PUBLICIDADE
Topo

Copa do Brasil - 2022

Veiga decide, Palmeiras bate Juazeirense e avança na Copa do Brasil

Heróis da noite, Raphael Veiga e Danilo comemoram gol do Palmeiras na vitória sobre a Juazeirense, pela Copa do Brasil - Cesar Greco/Palmeiras
Heróis da noite, Raphael Veiga e Danilo comemoram gol do Palmeiras na vitória sobre a Juazeirense, pela Copa do Brasil Imagem: Cesar Greco/Palmeiras

Diego Iwata Lima

Do UOL, em São Paulo

11/05/2022 20h53

Classificação e Jogos

O Palmeiras teve muito mais dificuldade do que se poderia imaginar diante de uma equipe da Série D, mas conseguiu a classificação na Copa do Brasil. Com gols de Danilo e Raphael Veiga, o time repetiu o placar do jogo de ida, vence por 2 a 1 e está nas oitavas de final.

O Verdão ainda não sabe qual será seu adversário na próxima fase, que será definido em sorteio. Pelo Brasileiro, o time volta a campo no sábado (14), contra o Red Bull Bragantino. no Allianz Parque.

Tite é xingado

Vale o registro. Após o segundo gol do Palmeiras, o técnico Tite foi xingado pelos palmeirenses em Londrina: "Tite, c... Veiga é seleção". As reclamações da torcida no interior do Paraná ocorreram no mesmo dia em que o treinador convocou a seleção brasileira para amistosos e deixou o camisa 23 do Alviverde fora da lista.

Cronologia do jogo

Em um primeiro tempo de muita dificuldade diante da defesa bem postada da Juazeirense, o Palmeiras só foi abrir o placar aos 41 minutos, com selecionado Danilo, em rebote após cruzamento de Gustavo Scarpa.

A Juazeirense empatou logo que o segundo tempo começou. Ian ganhou a jogada no meio e lançou Deysinho. O lateral do time baiano bateu Jorge na corrida e cruzou para trás. Nildo Petrolina recebeu e bateu para empatar o jogo, aos 5'.

O Palmeiras só foi garantir a classificação aos 36', com Raphael Veiga cobrando pênalti.

Jogo do Palmeiras

O Palmeiras teve dificuldades na primeira etapa, diante de uma defesa muito bem postada. Até circular a bola, estava complicado. Na segunda etapa, teve ainda mais dificuldade e apresentou futebol bem abaixo de suas melhores noites.

Jogo da Juazeirense

Após se defender muito bem na etapa inicial, a Juazeirense decidiu sair mais para o jogo na segunda etapa e criou dificuldades para o Palmeiras. Não deixou o Palmeiras criar e fez partida muito boa diante da badalada equipe bicampeã da América.

Foi bem: Scarpa foi quem mais tentou

Na aridez da criação palmeirense, Gustavo Scarpa foi o melhor jogador. Pelo seu setor preferido, do lado direito, chamou o jogo e criou os principais lances.

Foi mal: Dudu sumiu em campo

O camisa 7 é o coração do ataque. E quando ele não joga bem, o time inteiro acaba sofrendo ofensivamente. Na esquerda, ele fez bom primeiro tempo. Mas, na segunda etapa, desapareceu — e, com ele, o Palmeiras.

De lado trocado, Dudu acertou a trave

Abel Ferreira promoveu uma mudança tática interessante e colocou Dudu para atuar pelo lado esquerdo do ataque, um setor que há muito ele não ocupava. Isso fez com que Scarpa ocupasse o lado direito, seu preferido. Logo aos 2 minutos, a mudança permitiu a Dudu um corte para o meio e um arremate de longe no travessão.

Rony começou desperdiçando chances

Já na mira de alguns torcedores por desperdiçar algumas chances em jogos recentes, Rony, aniversariante do dia — completou 27 anos —, voltou a perder alguns gols contra a Juazeirense. Como de costume, ele também tentou uma bicicleta, e em uma bola que veio baixa. Pouco depois, perdeu gol de cabeça após bom passe de Scarpa.

Que dia para Danilo

No dia em que foi convocado pela primeira vez para a seleção brasileira, o volante Danilo mostrou, durante o jogo, que vive mesmo uma fase iluminada. Aos 41', após jogada ensaiada de escanteio, Scarpa cruzou com efeito, Calaça rebateu e o camisa 28 aproveitou o rebote para fazer o primeiro do Verdão.

Juazeirense sai para o jogo e empata

No intervalo, o técnico da Juazeirense disse que ia pedir ao seu time para jogar mais. E assim foi. Logo aos 5', o "time da casa" empatou o jogo com Petrolina, após boa jogada de Ian e Deysinho.

Sem criatividade, Verdão é salvo por Veiga

Torcedora do Palmeiras mostra cartaz de apoio a Rafael Veiga - Marcos Zanutto/AGIF - Marcos Zanutto/AGIF
Torcedora do Palmeiras mostra cartaz de apoio a Raphael Veiga
Imagem: Marcos Zanutto/AGIF

Diante de um time muito bem organizado defensivamente, o Palmeiras teve dificuldade de criar no segundo tempo e trocou passes na entrada da área de modo quase burocrático. Veiga e Dudu pouco conseguiam fazer, e a bola não chegava a Rony. O Palmeiras só foi conseguir a vaga aos 36', em mais uma cobrança certa de Veiga. A bola pegou na trave antes de entrar, algo inédito para o meia.

FICHA TÉCNICA:

JUAZEIRENSE-BA 1 x 2 PALMEIRAS
Competição:
Copa do Brasil - Terceira fase, jogo de volta
Data e horário: 11 de maio de 2022 (quarta-feira), às 19h (horário de Brasília)
Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Luis Claudio Regazone e Thiago Rosa de Oliveira, ambos também do RJ
Gols: Danilo, aos 41' do 1º tempo (PAL); Nildo Petrolina, aos 5' do 2º (JUA), e Veiga, aos 36' do 2º (PAL)
Cartões amarelos: Wendell e Daniel Nazaré (JUA)

JUAZEIRENSE: Rodrigo Calaça; Dadinha, Eduardo, Wendell e Daniel; Waguinho, Patrick, Clebson (Nixon) e Nildo Petrolina (Thalisson); Deysinho e Ian. Técnico: Barbosinha

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gómez, Murilo e Jorge; Danilo, Zé Rafael (Atuesta) e Raphael Veiga (Menino); Dudu (Breno Lopes), Rony (Navarro) e Scarpa. Técnico: Abel Ferreira