PUBLICIDADE
Topo

Pablo assina rescisão e deixa o São Paulo após três temporadas

Pablo comemora gol marcado pelo São Paulo contra o Sport - MARLON COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Pablo comemora gol marcado pelo São Paulo contra o Sport Imagem: MARLON COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

28/01/2022 17h36

Depois de semanas de negociações, Pablo não é mais jogador do São Paulo após três temporadas. O atacante assinou hoje (28) a rescisão de seu contrato com o time do Morumbi e já teve a confirmação no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Com isso, ele está livre para negociar com outro clube.

Pablo e São Paulo já haviam entrado em um acordo na última quarta-feira (26), como disse o presidente Julio Casares em entrevista ao jornalista Jorge Nicola. Mas apenas hoje, no entanto, as partes assinaram a rescisão contratual.

O atacante abriu mão do que tinha para receber até o fim de seu contrato, em 31 de dezembro de 2023, mas exigindo que o São Paulo pagasse os quase R$ 2,5 milhões que devia a ele. A dívida será paga de maneira parcelada até o fim de 2023.

O acordo se junta ao de Vitor Bueno como as duas pendências que o São Paulo tentava resolver no início da temporada. O time do Morumbi também parcelou a dívida que tinha com o meia-atacante, que teve sua saída confirmada anteontem. O São Paulo estima uma economia de quase R$ 25 milhões com a saída dos dois jogadores.

Mesmo sem ter caído nas graças da torcida, Pablo encerrou sua passagem pelo São Paulo tendo sido artilheiro de duas das três temporadas em que atuou. Ao todo, ele disputou 121 jogos, com 32 gols marcados e 11 assistências.

Com a vida resolvida em relação ao São Paulo, Pablo agora deve voltar ao Athletico. O jogador tem negociações avançadas com o clube em que foi artilheiro e campeão da Copa Sul-Americana de 2018. O acerto deve acontecer no início da próxima semana, segundo apurou o UOL Esporte com pessoas próximas ao jogador.