PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro quase triplica número de sócios desde a chegada de Ronaldo

Ronaldo conta com a ajuda dos sócios-torcedores para alavancar as receitas do Cruzeiro - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Ronaldo conta com a ajuda dos sócios-torcedores para alavancar as receitas do Cruzeiro Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Lohanna Lima

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte, MG

26/01/2022 12h00

Os pouco mais de 10 mil sócios que Ronaldo encontrou quando iniciou os trâmites para comandar o projeto da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Cruzeiro o deixaram assustado em um primeiro momento. A partir disso, o Fenômeno passou a ressaltar, sempre que possível, a importância do engajamento do torcedor no programa para as receitas do clube. Em dia de estreia na temporada, o Cruzeiro quase triplicou o número de sócios, mas ficou devendo em relação à meta colocada pelo dirigente.

O Fenômeno convocou a torcida para aderir ao sócio e bater o número de 50 mil inscritos até a estreia no Mineiro. No entanto, os horários dos jogos no Estadual e o fato de o clube não poder utilizar o Mineirão —devido ao jogo da seleção brasileira— na estreia baixaram a procura, que era alta nas duas primeiras semanas de janeiro. Nesta quarta -feira (25), a equipe entra em campo pela primeira vez em 2022 com cerca de 28,5 mil adeptos ao programa.

Segundo apurou o UOL Esporte, o Cruzeiro vê de forma positiva o número de quase 30 mil sócios, mesmo que esteja muito abaixo do que Ronaldo pediu. Após quitar as dívidas na Fifa que impediam o clube registrar jogadores nos últimos meses, o dirigente voltou a pedir o apoio da torcida por mais engajamento ao programa. Ronaldo compartilhou uma carta na qual voltou a citar a meta pré-estabelecida.

O Cruzeiro estreia nesta quarta-feira, contra a URT, às 17h, no Independência. Segundo informou o clube, Ronaldo estará presente no Horto para acompanhar a equipe em seu primeiro desafio do ano.

Futebol