PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Vitor Guedes: Espero que o Santos nem cogite a volta do Robinho

Do UOL, em São Paulo

06/01/2022 12h40

Ídolo do Santos dentro de campo pelos títulos conquistados vestindo a camisa do clube, Robinho esteve próximo de voltar ao clube no ano passado, mas esbarrou na repercussão de um processo no qual foi condenado em duas instâncias por estupro. Com a última instância a ser julgada nos próximos dias, o jogador ainda não desistiu de voltar a jogar pelo clube da Vila Belmiro.

No UOL News Esporte, Vitor Guedes afirma que será inadmissível se o Santos ou qualquer outro clube vier a contratar um jogador condenado por estupro e espera que os dirigentes não considerem a possibilidade.

"É inadmissível um clube como o Santos ou qualquer outro clube contratar um jogador condenado em duas instâncias por currar, que é o crime de estupro coletivo, e já seria antes de ouvir os áudios. Os áudios são de dar ânsia de vômito, foram divulgados na época. Eu acho incabível e fico triste de perceber que no ano passado o Santos só desistiu do negócio quando os patrocinadores disseram 'ou vocês tiram ou a gente não vai pagar'", diz Vitão

"Quando o Santos teria o jogador, por parte considerável da torcida do Santos, e aí não é o Santos, se fosse São Paulo, Corinthians, Palmeiras, a torcida vê o time dela e esquece a sociedade, esquece a vida, esquece tudo. Estou falando do Santos agora, mas eu acho que seria a posição parecida em outros clubes. Aconteceu com o Galo agora, quando o Cuca foi contratado, uma parcela da torcida do Galo feminina foi contra pelo caso do Cuca também nos anos 80 de condenação na Suíça por estupro, mas começou a ganhar e o assunto morreu", completa.

O jornalista afirma que a história dele pelo Santos dentro de campo não será apagada, mas é preciso deixar claro que o clube não compactua com o crime pelo qual Robinho já foi condenado em duas instâncias.

"Eu espero que o Santos nem cogite isso, o Andrés Rueda que tem feito uma boa administração, deixando muito transparente a situação financeira do Santos, que deixe claro que o Santos não compactua, o que não apaga a história dele no Santos como jogador, ninguém vai tirar o título de 2002 do Santos, as pedaladas, mas o que eu não me conformo é as pessoas dizerem se está jogando bem ou mal. Não importa se ele é o Robinho ou se é o pior jogador do Santos", diz Vitão.

"É o Robinho então vamos passar um pano para estupro, é isso? Não é questão de você ser juiz, já foi condenado em duas instâncias e existe uma coisa criminal e uma coisa institucional, os áudios são públicos, não depende de condenação ou não condenação, o que aconteceu, o que foi dito, as pessoas viram. Será que o Santos compactua com isso?", questiona.

Futebol