PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Sylvinho celebra vaga: "ninguém colocava o Corinthians na Libertadores"

Sylvinho orienta o Corinthians contra o Santos - Ettore Chiereguini/AGIF
Sylvinho orienta o Corinthians contra o Santos Imagem: Ettore Chiereguini/AGIF

05/12/2021 20h06

Classificação e Jogos

O técnico Sylvinho evitou fazer avaliações de seu trabalho no Corinthians ou projeções para o futuro após o empate por 1 a 1 com o Grêmio, hoje (5), na Neo Química Arena, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas ao ser questionado sobre o desempenho do Timão sob seu comando, fez questão de ressaltar que os números comprovam o bom trabalho nesses mais de seis meses.

Criticado por parte da torcida, Sylvinho se escora no fato de o Corinthians ter conquistado vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América em 2022 e de estar brigando para terminar o Brasileirão em quarto lugar.

"Houve mais acertos do que erros evidentemente. Senão, não estaríamos na posição que estamos. Ninguém, há cinco ou seis meses atrás, escreveu ou disse que o Corinthians iria entrar direto na Libertadores ou que tem potencial. Acreditamos no trabalho, estamos felizes, mas ainda não acabou", comentou o treinador, que não considera a temporada encerrada.

"Falta um jogo, e é um jogo importante. Estou avisando meu grupo que só vai acabar no dia 9. Todos nós sabíamos, é um campeonato apertado. Não tem férias em absoluto, nem entro nessa questão, e amanhã de manhã tem treino. Por isso, não tenho condição de fazer uma avaliação da temporada. Só sei que os números são muito positivos."

Sobre a partida contra o Grêmio, Sylvinho falou que já esperava um duelo complexo por causa da situação das duas equipes no Brasileirão. Enquanto o Corinthians ainda buscava uma vaga direta na Libertadores, o time gaúcho está na luta contra o rebaixamento. Os visitantes saíram na frente no placar, com um gol de Diego Souza no primeiro tempo, e levaram o empate no fim da partida, com Renato Augusto.

"Os atletas e nós, que respondemos pelo time, sabíamos da dificuldade do jogo. Discordo desse Grêmio jogado. Recentemente, fez um grande jogo, ganhou de 3 a 0 e veio aqui jogar suas possibilidades. O campeonato é duro e difícil. Respeitamos a camisa e os atletas", comentou Sylvinho, que entendeu que seu time não atuou bem nos primeiros 45 minutos.

"Tivemos um primeiro tempo difícil, com uma marcação muito individual, e ficamos com poucas saídas de jogo. O segundo tempo foi melhor. Conseguimos criar mais, buscar o empate e de repente quase a vitória. Jogávamos uma passagem direta na Libertadores, e o Grêmio, com toda sua grandeza, está jogando uma situação difícil lá em baixo. É alto nível do outro lado, não tira o mérito do clube, dos atletas e do treinador."

Com 57 pontos, o Corinthians ocupa o quarto lugar e tem dois pontos de vantagem sobre o Fortaleza. O time cearense, contudo, tem uma partida a menos. Para assegurar nessa posição, o Timão tem de ganhar seu último compromisso, no dia 9, contra o Juventude em Caxias do Sul (RS), e torcer para o Fortaleza tropeçar em um de seus jogos -contra Cuiabá, fora, e Bahia, em casa.

Futebol