PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Marcinho caminha para deixar o Cruzeiro longe de ser o destaque esperado

Marcinho celebra gol do Cruzeiro sobre o Goiás - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Marcinho celebra gol do Cruzeiro sobre o Goiás Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Lohanna Lima

Colaboração para o Uol, em Belo Horizonte, MG

04/12/2021 04h00

Depois da frustração de não ter conseguido o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro em seu primeiro ano de disputa, o Cruzeiro optou por montar uma equipe que pudesse contar com jogadores que haviam sido destaques da competição. Um deles é o meia Marcinho, que tinha bons números e chegou como uma boa aposta. No entanto, o jogador oscilou nas atuações, perdeu espaço, quase saiu, voltou, terminou a temporada entre os reservas e caminha para deixar o clube com uma passagem apagada.

Com contrato até o fim do Mineiro de 2022, o jogador foi informado de que não faz parte dos planos da comissão técnica de Vanderlei Luxemburgo e caminha para deixar o clube ainda no fim deste ano. A informação foi divulgada pela Rádio Itatiaia.

Marcinho foi tratado como principal contratação para a disputa da Série B após ter disputado 37 das 38 rodadas da Série B de 2020 pelo Sampaio Corrêa. Pelo clube maranhense, ele marcou oito gols e contribuiu com cinco assistências. Já no Cruzeiro, a passagem foi diferente, no entanto. Marcinho atuou em 32 jogos do na temporada e marcou apenas dois gols.

Em junho, o meia esteve perto de se transferir por empréstimo para o CSA. Na ocasião, o diretor de futebol da equipe alagoana, que intermediava a negociação, recebeu uma proposta para assumir a pasta de futebol do Cruzeiro. A negociação ficou um pouco confusa, uma vez que passou a ter conflito de interesses, e, com a chegada de Pastana, o jogador permaneceu na Toca com o aval do diretor.

Futebol