PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Dudu revela pacto entre jogadores para antecipar férias pelo Mundial

Dudu ergue taça da Libertadores; Palmeiras foi campeão após bater o Flamengo na final - Cesar Greco/Palmeiras
Dudu ergue taça da Libertadores; Palmeiras foi campeão após bater o Flamengo na final Imagem: Cesar Greco/Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

30/11/2021 11h42

Classificação e Jogos

O atacante Dudu revelou, na manhã de hoje, que elenco e comissão técnica do Palmeiras deverão se reapresentar no dia 5 de janeiro para iniciar os trabalhos da pré-temporada.

Em entrevista à ESPN Brasil, o ídolo alviverde explicou que o planejamento inicial previa férias até o dia 12 de janeiro, uma vez que a temporada foi bem desgastante pela maratona de jogos. No entanto, após um papo entre comissão técnica e elenco realizado na manhã de ontem, na Academia de Futebol, o grupo optou pela mudança visando a preparação para o Mundial de Clubes, que será disputado em fevereiro e é considerado a 'cereja do bolo'.

"Sempre falta a cereja. Antes, faltava a Libertadores. Agora, falta o Mundial. Não temos que pensar no Chelsea, temos que pensar na semifinal, temos que focar na semifinal e depois pensar na final. Se ficar pensando na final, sem ganhar a semifinal, não vai disputar a final. É descansar agora, curtir as férias e voltar em janeiro. Entramos em acordo para voltar dia 5, antes era dia 12, para focar no Mundial", explicou Dudu, que complementou:

"A princípio, antes da final, dois meses atrás, o Abel [Ferreira] reuniu a gente no vestiário, a gente tava pedindo umas folgas porque estava muito desgastante, e falou: 'Vamos trabalhar, focar, para lá nas férias dar até dia 12 de janeiro, não importa o que aconteça'. Ontem, no CT, reunimos todos os jogadores com a comissão e vimos que é melhor voltar alguns dias antes para se preparar bem para o Mundial."

O Palmeiras, campeão da Libertadores no último fim de semana, enfrentará na semifinal do Mundial o vencedor do duelo entre Al-Ahly (Egito) e Monterrey (México), que jogam nas quartas.

Dudu comemorou o título continental, algo que ele buscava há cinco anos no clube, mas já quer as atenções voltadas para o Mundial.

"Foi muito gratificante. Ano passado, não consegui terminar a Libertadores, e agora volto sendo importante para o time, nas quartas, na semifinal. Na final, tive um papel mais tático, mais preocupado na marcação. A equipe está de parabéns pelo jogo, pelo resultado, um título importante que deixa a gente marcado na história. Agora, é descansar, curtir as férias, porque em fevereiro temos o Mundial e temos que estar na final", declarou.

Veja outros trechos da entrevista de Dudu:

Trabalho de Abel Ferreira
"A gente está sempre treinando, nunca temos dúvidas do trabalho. A gente vai perder jogo, o campeonato é muito difícil. Sabemos que não pode desconcentrar quando estiver perdendo, tem que acreditar sempre no treinador, na comissão. A gente faz isso, não tem estrelismo entre os jogadores, trabalhamos na humildade. Às vezes, a gente fica puto, ele [Abel Ferreira] fica puto, mas ele entende isso. Acontece. Estamos todos em prol de sermos campeões e de crescer a sala de troféus do clube."

Jogada do 1º gol contra o Flamengo
"A gente treinou um dia antes para deixar o espaço aberto para o Mayke fazer aquilo. O Mayke está mais à frente do que o Gustavo. A gente tem que forçar o lado esquerdo do Flamengo, que estava o David Luiz e o Filipe Luís, que vinha me acompanhar no meio e abria espaço para o Mayke. Não foi sorte, foi treino. Treinamos no Uruguai, no CT. Na semana, treinamos bastante. Não foi nada por acaso, foi treino mesmo."

Deyverson caindo no gramado após empurrão do árbitro da final
"Eu nem vi na hora, só vi no ônibus. Ele [Deyverson] disse que achou que tinha sido o jogador do Flamengo. Eu perguntei se ele queria que tivesse que expulsar o juiz. Ele é um menino do bem, merece todo esse momento."

Palmeiras