PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Julio Gomes: Cristiano Ronaldo é o nome da Liga dos Campeões até agora

Do UOL, em São Paulo

24/11/2021 12h19

Classificação e Jogos

Em crise e sem um novo técnico após a demissão de Ole Gunnar Solskjaer, o Manchester United conseguiu a classificação de forma antecipara para as oitavas de final da Liga dos Campeões e com o primeiro lugar do grupo depois de mais uma atuação decisiva de Cristiano Ronaldo, que marcou o primeiro na vitória por 2 a 0 sobre o Villarreal, mantendo a série de gols marcados em cada um dos cinco jogos da fase de grupos.

No UOL News Esporte, Julio Gomes analisa a participação do atacante português em mais um jogo no qual o clube inglês não estava bem em campo e considera que ele é até o momento o principal jogador desta edição da Liga dos Campeões.

"O Cristiano Ronaldo arrebentou mais uma vez. O que foi a fase de grupos do Manchester United? Foi assim, o primeiro jogo contra o Young Boys, da Suíça, o Solskjaer tira o Cristiano Ronaldo e o time perde, aí o Solskjaer aprendeu e não tira mais o Cristiano Ronaldo. Aí ele fez gol no fim contra a Atalanta, na virada, fez gol no fim contra o Villarreal na virada, fez gol no fim contra a Atalanta no empate e ontem fez gol no fim na vitória por 2 a 0 lá em Villarreal, lá na Espanha, um jogo em que o Villarreal tinha sido muito melhor que o United", diz Julio.

"'Ah mas ganhou um presente, o goleiro saiu jogando errado'. Ele vai lá e caixa, guarda, ele é o grande nome da Liga dos Campeões até agora, é impressionante, com a idade que ele tem, indo jogar em um time que está tão mal nesse semestre, o United já está classificado em primeiro no grupo, isso já é garantido, com uma rodada de antecipação e está tudo nas costas dele", completa.

O jornalista também destaca a atuação do goleiro De Gea, que mais uma vez fez defesas importantes para a vitória dos Diabos Vermelhos.

"Vamos dar um boi para o De Gea, porque as defesas que o De Gea fez na fase de grupos, ontem ele fez duas defesas daquelas que a gente pode chamar de milagre tranquilamente", conclui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol