PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Deivid revela que Luxemburgo não queria Ronaldinho no Flamengo

Luxemburgo orienta Ronaldinho no treino do Flamengo  - Vipcomm
Luxemburgo orienta Ronaldinho no treino do Flamengo Imagem: Vipcomm

Colaboração para o UOL

São Paulo

10/09/2021 16h43

Deivid, ex-atacante do Flamengo, revelou ao "Charla Podcast" que o treinador Vanderlei Luxemburgo não foi totalmente favorável à contratação de Ronaldinho Gaúcho para o clube carioca, em 2011.

- Quem contratou ele (Ronaldinho) foi a Patrícia Amorim. O Vanderlei não queria o 'Ronaldo', a Patrícia vai e contrata ele, aí, chega o 'Ronaldo'. Para a gente, que gosta de futebol, viu o cara no Barcelona, no Milan, melhor do mundo, pensamos: 'o homem chegou'. Eu havia pensado que o cara ia vir para encerrar a carreira, que ele não ia jogar igual no Barcelona. Se ele quisesse atuar em alto nível, ele estaria no Milan jogando a Champions League, recebendo em Euro. Então se criou uma expectativa em cima dele - disse Deivid.

Segundo Deivid, Luxemburgo tinha a ideia de renovar o elenco flamenguista para a temporada em questão. Naquele mesmo ano, o Flamengo havia conquistado a Copa São Paulo de Futebol Júnior, revelando alguns atletas conhecidos na época, como Adryan e Negueba.

- O Vanderlei queria um time mais jovem, entendeu? Tanto que eu também não tinha vaga garantida com o Vanderlei. Se você pegar o time do Flamengo, eu tinha 31, o Renato (Abreu) tinha 32, o Ronaldo 30, o Thiago (Neves) tinha 26, o Léo Moura com trinta e pouco, Angelim com trinta e pouco, e o Pet com 38, 39, não era um time jovem - explicou o ex-jogador.

O Flamengo terminou a temporada de 2011 com um título do Campeonato Carioca, e em quarto colocado no Campeonato Brasileiro. Ronaldinho Gaúcho rescindiu contrato com o Flamengo em maio de 2012, indo para o Atlético-MG poucos dias depois. Luxemburgo deixou o clube em fevereiro de 2012 para acertar com o Grêmio.

Deivid, com passagens de destaque por Santos, Corinthians, Cruzeiro e Fenerbahçe, encerrou a carreira aos 34 anos, no ano de 2014. Teve a experiência de ser auxiliar técnico do próprio Vanderlei Luxemburgo no Flamengo e Cruzeiro. Depois, trabalhou como treinador no Cruzeiro e no Criciúma em 2016 e 2017, respectivamente.

Futebol