PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com gol de Léo Jabá, Vasco bate o Vila Nova e dorme no G4 da Série B

Léo Jabá tenta drible durante jogo do Vasco contra o Vila Nova, pela 17ª rodada da Série B do Brasileirão - Rafael Ribeiro/Vasco da Gama
Léo Jabá tenta drible durante jogo do Vasco contra o Vila Nova, pela 17ª rodada da Série B do Brasileirão Imagem: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama

Colaboração para o UOL, em São Paulo

10/08/2021 23h25

O Vasco venceu o Vila Nova por 1 a 0, na noite de hoje (10), em São Januário-RJ, e chegou ao G4 pela primeira vez nesta edição da Série B. O único gol da partida foi marcado por Léo Jabá.

Com o resultado pela 17ª rodada, o Gigante da Colina vai a 28 pontos e dorme na 4ª posição do campeonato, ao menos até os confrontos de outros rivais que atuam amanhã (11). O Vila permanece com 18 pontos, na 14ª colocação.

Na próxima rodada, o Cruzmaltino enfrenta o Remo, no Baenão, às 21h30 desta sexta-feira (13). Já o Tigre visita o Londrina, no domingo (15), às 11h.

Em jogo parelho, Vasco decide no fim do 1º tempo

No início do primeiro tempo, apesar da maior posse de bola do Vasco, o Vila levou mais perigo. Henan obrigou Vanderlei a fazer ótima defesa e, nos minutos seguintes, Alesson e Arthur Rezende assustaram, mas mandaram para fora. Os donos da casa reagiram e abriram o placar com Léo Jabá, aos 47.

Na etapa final, os visitantes criaram as melhores oportunidades, em dois cabeceios de Donato e um chute perigosíssimo de Clayton para o Tigre. O Cruzmaltino só assustou em um gol perdido de Jabá.

Sem Cano, Jabá decide

O jogo diante do Vila foi o primeiro do Vasco sem o argentino Germán Cano nesta Série B. O atacante é um dos principais nomes da equipe na campanha e, com seis gols, o artilheiro cruzmaltino na competição.

Sem Cano, suspenso pelo terceiro cartão amarelo contra o Vitória, foi Léo Jabá quem decidiu. O camisa 7 recebeu passe de Juninho na grande área e chutou mascado, mas contou com a sorte e o desvio de Renato para abrir o placar.

Castán sai com dores na coxa

O zagueiro e capitão do Vasco, Leandro Castán, deixou a partida aos 43 minutos da etapa inicial. O experiente defensor alegou dores na coxa e foi substituído por Ernando. Ele deverá ser avaliado nesta quarta-feira.

Festival de amarelados

O jogo em São Januário foi marcado também pela quantidade elevada de cartões amarelos. Ao todo, foram 11 cartões distribuídos durante a partida. Somente pelo lado do Vila Nova foram sete, além de quatro vascaínos.

Presente para o comandante

A vitória em casa, que coloca o Cruzmaltino na 4ª colocação, com 28 pontos, será um presente de aniversário para o técnico Lisca. O comandante do Gigante da Colina completa 49 anos amanhã (11).

Dependendo dos resultados dos rivais diretos nesta quarta, o Gigante da Colina pode fechar a rodada entre os quatro primeiros pela primeira vez na competição.

Ficha técnica

Vasco 1 x 0 Vila Nova

Local: São Januário, no Rio de Janeiro-RJ

Hora: 21h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)

Auxiliares: Ricardo Junio de Souza (MG) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (MG).

Cartões amarelos: Rômulo (Vasco), Léo Matos (Vasco), Leandro Castán (Vasco) e Marquinhos Gabriel (Vasco); Alesson (Vila Nova), Renan Mota (Vila Nova), Xandão (Vila Nova), Dudu (Vila Nova), Rafael Donato (Vila Nova), Mazetti (Vila Nova) e Kelvin (Vila Nova)

Cartões vermelhos: Nenhum

Gols: Léo Jabá (Vasco), aos 47 minutos do 1º tempo

Vasco: Vanderlei, Léo Matos, Miranda, Leandro Castán (Ernando) e Zeca; Romulo, Juninho (Andrey), Sarrafiore (MT) e Marquinhos Gabriel (Cayo Tenório); Léo Jabá e Figueiredo (Galarza). Técnico: Lisca.

Vila Nova: Georgemy; Lucas Mazetti (Clayton), Rafael Donato, Xandão (Alan Grafite) e Renato Silveira; Dudu, Arthur Rezende (Cássio Gabriel), Willian Formiga e Renan Mota (Moacir); Henan (Kelvin) e Alesson. Técnico: Higo Magalhães.

Futebol