PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mauro Cezar: Atual geração do Fla nunca esteve tão inteira na Copa do BR

Do UOL, em São Paulo

29/07/2021 12h36

A atual geração do Flamengo tem empilhado taças nas últimas temporadas. Mas, apesar de ter conquistado a Copa Libertadores, o Brasileirão (duas vezes), a Recopa Sul-Americana, a Supercopa do Brasil (duas) e Carioca (três), ainda falta a este time o título da Copa do Brasil. O objetivo ganha novo capítulo hoje (29) no primeiro jogo contra o ABC, às 20h, no Maracanã, pelas oitavas de final do torneio mata-mata.

No UOL News Esporte desta quinta-feira (29), o comentarista Mauro Cezar Pereira apontou que atual situação do Rubro-Negro é bem diferente em relação às temporadas de 2019 e 2020, quando o time caiu na competição justamente quando estreava os treinadores Jorge Jesus e Rogério Ceni, respectivamente.

"Em 2019, foi a estreia do Jorge Jesus, contra o Athletico, no Paraná, empate muito difícil contra um time que viria a ser campeão. Foi eliminado nos pênaltis com uma equipe muito diferente que seria aquela que dominaria o futebol no país e ganharia também o título da América do Sul, a Libertadores. No ano passado, o Ceni, como técnico, estreou na Copa do Brasil contra o São Paulo, com vários problemas, vários desfalques e ainda perdeu o jogo no Maracanã porque o goleiro reserva, o Hugo, que estava atuando naquela oportunidade por causa da lesão do Diego Alves, no último lance tentou driblar no Brenner e aí o Flamengo tomou o segundo gol. Aí, foi em desvantagem para o Morumbi, onde o São Paulo venceu por 3 a 0 e avançou", recordou.

"Desta vez, o Renato [Gaúcho] tem todos os jogadores à disposição, alguns estão fora porque foram poupados, não tem ninguém machucado. Filipe Luís, Rodrigo Caio e Gustavo Henrique serão preservados para não terem problemas físicos adiante. Ou seja, vai enfrentar um time que é da Série D [do Brasileiro]. Tudo bem, é o ABC, um time com tradição, mas convenhamos, é uma diferença técnica muito grande. O Flamengo, mesmo poupando alguns jogadores hoje, pode colocar uma equipe forte o bastante no Rio para construir um placar interessante", acrescentou.

Futebol