PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com golaço no fim, Colômbia vence o Peru e fica em terceiro na Copa América

Luis Diaz comemora gol que deu a vitória para a Colômbia contra o Peru - Pedro Vilela/Getty Images
Luis Diaz comemora gol que deu a vitória para a Colômbia contra o Peru Imagem: Pedro Vilela/Getty Images

Marinho Saldanha

Do UOL, em Brasília (DF)

09/07/2021 22h56

Classificação e Jogos

Luis Díaz fez um golaço já nos acréscimos do segundo tempo e garantiu à Colômbia o terceiro lugar na Copa América. Hoje (9), no Mané Garrincha, com placar de 3 a 2, a equipe de Reinaldo Rueda bateu o Peru, de virada.

Numa pancada de fora da área, no ângulo, Díaz fez seu segundo gol do jogo. Cuadrado marcou o outro colombiano. O Peru foi às redes com Lapadula e Yotún.

Esta foi a quinta vez que a seleção colombiana conquistou o terceiro lugar na Copa América em sua história. A Colômbia ainda é dona de um título e de um vice.

Foram bem: Goleiro Vargas dá assistência, e Díaz faz dois golaços

O gol da virada colombiana foi muito bonito. Primeiro pelo lançamento do goleiro Vargas, que de sua área deu assistência para Luis Díaz. O atacante tirou o marcador com uma jogada de ombro e colocou na rede, completando um belo lance. E não foi o gol mais bonito do atacante, que já nos instantes finais deu uma pancada no ângulo para fazer o gol decisivo.

Foi mal: Zapata desaparece e é substituído

O centroavante Duvan Zapata deixou a Copa América sem fazer um gol sequer. Em mais uma atuação apagada, acabou substituído no segundo tempo.

Cueva entre o céu e o inferno

Cristian Cueva teve participação tanto no primeiro gol peruano quanto colombiano. Foi dele a assistência para Yotún colocar na rede. Em velocidade com drible, inteligência, tempo de bola, um lance de qualidade. Mas o excesso de segurança o prejudicou logo depois. Na etapa final, tentou proteger uma bola, perdeu, e da falta que surgiu em seguida veio o empate.

O jogo do Peru: Time voltado ao contra-ataque

Ainda que tenha montado seu time no 4-3-3, o técnico Ricardo Gareca jogou pelo contra-ataque. Sua equipe postou-se defensivamente, esperando a posse de bola que tem caracterizado a Colômbia ao longo da competição, e explorou muito as criações rápidas. Foi exatamente assim que Lapadula e Peña tiveram chances antes de Yotún fazer o gol inaugural do jogo.

O caminho do contra-ataque seguiu sendo expediente peruano na etapa final, ainda mais com os frequentes ataques colombianos. O cenário só mudou depois da virada, quando Gareca colocou Ormeño e passou e pedir para que seus comandados buscassem as bolas cruzadas na área.

O jogo da Colômbia: Rendimento melhora no segundo tempo

Contra o Peru, a Colômbia apresentou os mesmos erros que acompanharam sua trajetória na Copa América. O time de Reinaldo Rueda teve muita posse de bola, trocou passes nas cercanias da área mas não conseguiu penetrar com qualidade. Viveu de cruzamentos, rebotes e lances individuais sempre nascidos nos pés de Luis Díaz.

No segundo tempo, porém, a equipe de Rueda voltou muito mais empenhada em conseguir os gols. Empatou e passou a mandar no jogo, ainda que sofresse no contra-ataque. Até que a virada veio em um lindo lance do goleiro Vargas com Luis Díaz.

FICHA TÉCNICA:

COLÔMBIA 3 x 2 PERU
Data: 09/07/2021 (sexta-feira)
Local: estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Árbitro: Raphael Claus (BRA)
Auxiliares: Bruno Pires e Danilo Ricardo Simon Manis (ambos BRA)
VAR: Wagner Reway (BRA)
Cartões amarelos: Cardona, Barrios e Murillo (COL); Cueva e Carrillo (PER)
Gols: Yotún, do Peru, aos 46 minutos do primeiro tempo; Cuadrado, da Colômbia, aos 3 minutos do segundo tempo; Luis Díaz, da Colômbia, aos 20 minutos do segundo tempo; Lapadula, do Peru, aos 37 minutos do segundo tempo; Díaz, da Colômbia, aos 48 do segundo tempo

COLÔMBIA: Vargas; Medina, Mina (Sánchez), Murillo e Tesillo; Barrios (Muriel), Cuéllar (Borre), Cuadrado e Diaz; Cardona (Chará) e Zapata (Borja). Técnico: Reinaldo Rueda

PERU: Gallese; Corzo (Lora), Santamaría, Callens e López; Tapia (Cartagena), Yotún, Peña (Ormeño), Carrillo e Cueva (Garcia); Lapadula.
Técnico: Ricardo Gareca

Esporte