PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Clubes se encontram com Bolsonaro e deputados por apoio à lei do mandante

Rafael Tenório, presidente o CSA, com o presidente da República, Jair Bolsonaro - Reprodução/Instagram
Rafael Tenório, presidente o CSA, com o presidente da República, Jair Bolsonaro Imagem: Reprodução/Instagram

Igor Siqueira e Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

01/07/2021 13h40

Dirigentes de clubes das Séries A e B estão em Brasília desde ontem (30) para uma série de encontros com o objetivo de reforçar apoio à lei do mandante. O grupo já esteve com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), também se reuniu com deputados federais durante a manhã de hoje (1) e conseguiu um encontro com o presidente Jair Bolsonaro.

Há dois movimentos. Um deles, envolve o projeto de lei do deputado Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF), que tem como objetivo alterar a Lei Pelé para permitir que os clubes escolham livremente onde exercer o mando de campo. Há um veto da CBF a esse tipo de iniciativa na reta final do Brasileirão. O outro ataca mais a questão dos direitos de transmissão.

Os clubes que compõem o Movimento Futebol Mais Livre enxergam uma oportunidade, já que veio do próprio governo o projeto de lei que também mexe na Lei Pelé, mas altera a forma de comercialização do direito de arena. A relatoria desse segundo projeto ficará com o deputado Julio Cesar Ribeiro.

Em 2020, o presidente Bolsonaro editou uma Medida Provisória que permitia ao mandante negociar o próprio direito, independentemente de contratos que o time visitante tivesse firmado.

Roberto Trinas, executivo de marketing do Palmeiras, e Luiz Eduardo Baptista, vice-presidente de relações institucionais do Flamengo, estão na comitiva dos clubes.

No café da manhã organizado em um hotel, a escalação de deputados federais teve Luiz Lima (PSL-RJ), Celina Leão (PP-DF), Felipe Carreras (PSB-PE), Jhonathan de Jesus (PRB-RR), Aliel Machado (PSB-PR), Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF) e Julio Delgado (PSB-MG).

Presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) recebe dirigentes de clubes - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) recebe dirigentes de clubes
Imagem: Reprodução/Instagram

No almoço, Rafael Tenório, presidente do CSA, entregou a Bolsonaro uma camisa do clube alagoano. Ele também tinha levado uma peça para Arthur Lira, na véspera, que é seu conterrâneo.

Na tarde de hoje, ainda estão previstos encontros com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), com o ministro da Cidadania, João Roma, e com o secretário nacional de futebol, Ronaldo Lima.

Os clubes da Série B iniciam no ano que vem a negociação dos contratos de direitos de transmissão que entrarão em vigor em 2023. Os contratos da Série A vão até 2024. Apesar do recente movimento da liga para futuramente organizar o Brasileirão, os dirigentes asseguram o cumprimento dos acordos até lá.

Futebol