PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com erro de Arboleda, Equador cede empate ao Peru na Copa América

Cueva tenta jogada pelo Peru, mas é marcado por jogadores do Equador - Alexandre Schneider/Getty Images
Cueva tenta jogada pelo Peru, mas é marcado por jogadores do Equador Imagem: Alexandre Schneider/Getty Images

Eder Traskini

Do UOL, em Goiânia

23/06/2021 20h02

Classificação e Jogos

Equador e Peru empataram por 2 a 2 na noite de hoje (23), no estádio Olímpico, em Goiânia, pela quarta rodada da Copa América. Os gols foram marcados por Ayrton Preciado e Renato Tapia (contra), para o Equador, enquanto Lapadula e Carrillo fizeram para o Peru.

O resultado embolou de vez o grupo B do torneio. O Peru foi a quatro pontos e igualou a pontuação da Colômbia — que enfrenta o Brasil hoje. Já o Equador ficou com dois, mesmo número da Venezuela. Assim, um empate entre Peru e Venezuela na última rodada já faz com que o Equador não possa perder para o Brasil.

O Peru volta a campo na rodada final para enfrentar a Venezuela em duelo está marcado para o dia 27, às 18h, no Mané Garrincha, em Brasília. Já o Equador permanece em Goiânia e tem a difícil missão de enfrentar o Brasil no mesmo dia e horário.

O melhor: Lapadula

O centroavante que atua no Benevento, da Itália, marcou seu primeiro gol pela seleção do Peru após passe de Cueva e foi fundamental também no gol de empate: deixou Arboleda no chão e serviu na medida Carrillo, que marcou.

Quem foi mal: Arboleda

Errou no lance capital da partida e acabou entregando de bandeja o gol de empate do Peru. O zagueiro do São Paulo se desequilibrou e caiu sentado, deixando Lapadula livre leve e solto para escolher a jogada e colocar o 2 a 2 no placar.

Cronologia do jogo

Com intensidade extrema desde o primeiro minuto de jogo, o Equador saiu na frente em gol contra. Estupiñán chegou ao fundo pela esquerda e cruzou rasteiro buscando Alan Franco, mas foi o volante Renato Tapia quem apareceu primeiro para desviar contra as próprias redes aos 22 minutos.

Antes do fim da primeira etapa, o Equador chegou ao segundo. Damián Díaz cobrou falta da direita e a bola passou por todo mundo, praxe na área peruana, e chegou para Ayrton Preciado completar para o gol: 2 a 0 aos 47 minutos.

No segundo tempo, o Peru voltou ligado para correr atrás do prejuízo e diminuiu logo aos três minutos. Cueva fez boa jogada e achou Lapadula na área. O camisa 9 finalizou bem para diminuir a vantagem.

Só cinco minutos depois, o Peru chegou ao empate. Peña lançou Lapadula, que deixou Arboleda sentado no gramado, invadiu a área e serviu Carrillo: 2 a 2.

O jogo do Equador: domínio no primeiro tempo

O técnico Gustavo Alfaro montou seu time em um 4-1-4-1, com Méndez entre as linhas e Campana à frente. A formação deixava Moises Caicedo mais preço ao centro do campo e dava liberdade para o experiente Damián Díaz flutuar pelo campo. Com muita intensidade desde o início do jogo, o Equador dominou o primeiro tempo e desceuu para o vestiário com 2 a 0 no placar. Na segunda etapa, porém, o Peru voltou melhor se aproveitando da diminuição da intensidade equatoriana e igualou as ações e também o marcador.

Atuação do Peru: time acorda no segundo tempo

Assim como contra a Colômbia, o Peru não fez um bom jogo. Sobretudo no primeiro tempo, só assistiu o Equador jogar com enorme intensidade e não foi capaz de segurar a blitz, como no jogo passado. Depois de um primeiro tempo péssimo, Cueva acordou na segunda etapa e ajudou o meio-campo do Peru a jogar. Foi ele que encontrou o passe para Lapadula diminuir. Depois, o camisa 9 deixou Arboleda sentado para servir Carrillo, que tinha sido a único válvula de escape na etapa inicial.

FICHA TÉCNICA

PERU 2 x 2 EQUADOR

Competição: Copa América
Data: 23/06/2021 (quarta-feira)
Horário: 18h (de Brasília)
Local: estádio Olímpico, em Goiânia
Árbitro: Jesus Gil Manzano (ESP)
Assistentes: Diego Barbero (ESP) e Angel Nevado (ESP)
VAR: Patricio Loustau (ARG)
Gols: Renato Tapia (contra), aos 22/1ºT, e Ayrton Preciado, aos 47/1ºT, para o Equador; Lapadula, aos 3/2ºT, e Carrillo, aos 8/2ºT, para o Peru
Amarelos: Hincapié; Christian Ramos

PERU: Gallese; Corzo, Christian Ramos, Callens e Trauco; Renato Tapia, Yotún (Luis Iberico), André Carillo, Sergio Peña (Cartagena) e Cueva (Miguel Araujo); Lapadula (Ormeño). Técnico: Ricardo Gareca

EQUADOR: Galíndez; Ángelo Preciado, Arboleda, Hincapié e Pervis Estupiñán; Méndez (Noboa), Caicedo, Ayrton Preciado (Martinez), Alan Franco (Jordy Caicedo) e Damián Díaz (Angel Mena); Leonardo Campana (Estrada). Técnico: Gustavo Alfaro

Esporte