PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Conmebol abre expediente disciplinar após críticas de Marcelo Moreno

Marcelo Moreno criticou a realização da Copa América - AIZAR RALDES/AFP
Marcelo Moreno criticou a realização da Copa América Imagem: AIZAR RALDES/AFP

Eder Traskini, Marinho Saldanha e Rodrigo Mattos

Do UOL, no Rio de Janeiro

15/06/2021 21h57

Classificação e Jogos

A Conmebol abriu hoje uma ação disciplinar contra o atacante Marcelo Moreno, da seleção da Bolívia. Mais cedo, por meio das redes sociais, o atleta criticou duramente a realização da Copa América no Brasil durante a pandemia de covid-19. Diante disso, a entidade abriu um expediente disciplinar contra o atacante. A informação foi publicada pela imprensa boliviana e confirmada pelo UOL Esporte.

Na crítica, feita em seu perfil no Instagram, Marcelo Moreno destacou a informação de que o torneio já tem 52 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Isso significa um aumento de 26,8% em menos de 24 horas. Ontem (14) à noite, a lista tinha 41 casos.

"Obrigado a vocês da Conmebol por isso. A culpa é totalmente de vocês. Se morre uma pessoa, o que vocês vão fazer? O que importa é somente o dinheiro, a vida do jogador não vale nada?", questionou mais cedo o atleta boliviano.

Para a Conmebol, o jogador do Cruzeiro cometeu uma infração ao regulamento do torneio. Tal infração está abordada no tópico 'faltar com respeito e agir de maneira ofensiva', além de 'realizar manifestações difamatórias'.

Marcelo Moreno poderá apresentar a sua defesa até a próxima quinta-feira. Caso seja enquadrado no Artigo 7 do Código Disciplinar do torneio, o atleta pode ser advertido, receber um aviso e ser multado. Outras sanções mais graves previstas no artigo são: 'devolução de prêmios' e 'retirada do título'.

Marcelo Moreno não atuou na estreia da Bolívia na Copa América, na segunda-feira, contra o Paraguai.

Esporte