PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Miguel tem pedido de liminar indeferido, e segue ligado ao Fluminense

Miguel é apontado como joia do Fluminense - Mailson Santana/Fluminense FC
Miguel é apontado como joia do Fluminense Imagem: Mailson Santana/Fluminense FC

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

13/05/2021 22h21

O meia Miguel teve o primeiro revés em sua tentativa de se desligar do Fluminense na Justiça. A juíza Daniela Valle da Rocha Muller, da 9ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, indeferiu o pedido de liminar requerido pelo pai do jogador, José Roberto Lopes.

O jovem alega débitos de seis meses de FGTS e mais um ano sem o cumprimento de uma promessa de aumento salarial. A informação sobre a decisão judicial foi veiculada, primeiramente, pelo site Saudações Tricolores e confirmada pelo UOL Esporte.

Em seu despacho, a juíza não pediu, ainda, para ouvir a defesa jurídica do clube das Laranjeiras. A magistrada questionou o segredo de Justiça pedido pelo jogador, que terá 15 dias para apresentar mais fatos à sua petição inicial.

A juíza também sustentou que não poderia deferir uma liminar visto que, o que se pretende com a decisão interlocutória é a rescisão indireta do contrato de trabalho.

Fluminense