PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Colombianos prometem protesto para evitar jogo da Libertadores

 Em Bogotá, na Colômbia, manifestantes caminham em protesto contra a reforma tributária e o governo de Iván Duque - Sebastian Barros/NurPhoto via Getty Images
Em Bogotá, na Colômbia, manifestantes caminham em protesto contra a reforma tributária e o governo de Iván Duque Imagem: Sebastian Barros/NurPhoto via Getty Images

Colaboração para o UOL

11/05/2021 21h48

Em meio a onda de protestos da população contra o governo colombiano, a Conmebol manteve jogos da Libertadores marcados para esta semana no país. Manifestantes, porém, estariam se organizando para que a partida entre River Plate (ARG) e Júnior Barranquilla (COL), agendada para esta quarta-feira (12), não ocorra.

Com a frase "Se não há paz, não há futebol!", um cartaz vem circulando nas redes sociais convocando as pessoas a se reunirem no estádio Romelio Martínez, em Barranquilla (COL) para evitar que as delegações das equipes consigam chegar ao local da partida.

Na semana passada, a Conmebol teve que alterar os locais das partidas envolvendo as equipes colombianas pela Copa Libertadores e Copa Sul-americana. As partidas Santa Fé x River Plate, Atlético Nacional x Argentino Juniors e La Equidad x Lanús foram transferidas para Assunção.

Futebol