PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos traça futuro com chegada de executivo e reforços por empréstimo

Do UOL, em São Paulo

10/05/2021 04h00

Em sua entrevista após a vitória do Santos por 2 a 0 contra o São Bento, o presidente do Peixe, Andrés Rueda, comentou sobre os próximos passos que ele quer dar na cadeira principal do clube. Além de apresentar o técnico Fernando Diniz hoje (10), Rueda ainda pretende fechar com um executivo de futebol nos próximos dias para só então começar a contratar peças pontuais e encorpar o elenco.

De acordo com o presidente santista, a falta de um elenco mais profundo e o calendário cheio atrapalharam muito o clube neste primeiro semestre. Sem citar nomes, Rueda revelou que está perto de fechar com um nome forte para o futebol do Santos. Depois disso, o próximo passo será sentar com Fernando Diniz para então escolherem atletas interessantes para contratar.

"O executivo está encaminhado, é questão de dias para ser anunciado. Sobre o perfil dos jogadores, temos levantamento detalhado do que está disponível no mercado. É sentar com técnico e executivo, ver posição, orçamento, condição médica e psicológica, e fechar o mais rápido possível", comentou o presidente.

Acontece que ao mesmo tempo que precisa realizar contratações pontuais, o Santos segue sem dinheiro em caixa para se reforçar. Por isso, a ideia da diretoria é de recorrer a jogadores emprestados de outros clubes.

"Não vou mentir, o Santos não tem dinheiro para sair comprando jogador. Vamos recorrer, sim, aos jogadores que estejam em clubes que queiram emprestá-los. Vamos por esse caminho, infelizmente não temos condições de ir ao mercado como comprador. Hoje qualquer jogador custa 3, 4 milhões de dólares. Isso não está na nossa possibilidade. Mas há sempre jogadores que outros clubes têm interesse em emprestar, e o Santos é sempre uma vitrine muito boa".

"O clube estava proibido [de contratar pela Fifa]. Só na sexta-feira, o impedimento terminou. Agora estamos preparados para termos algumas contratações pontuais. Temos, há um bom tempo, feito levantamentos de posições carentes, temos um mapeamento de jogadores acessíveis financeiramente. E agora é momento de, com o técnico e o executivo, chegar nos nomes para o clube ir atrás e tentar encorpar o nosso time", concluiu.

Futebol