PUBLICIDADE
Topo

Santos

Santos vence decisão, escapa no Paulista e rebaixa o São Bento

Do UOL, em São Paulo

09/05/2021 17h54

Classificação e Jogos

O Santos tirou o peso das costas e conseguiu se livrar do rebaixamento no Campeonato Paulista. Nesta tarde (9), o Peixe precisava só de um empate, mas venceu a partida que ganhou status de decisão contra o São Bento por 2 a 0, evitou sua queda e empurrou o time de Sorocaba para a Série A-2 do estadual. Mesmo após um início de jogo para lá de tenso, o Peixe conseguiu sair vencedor com gols de Lucas Braga e Kaio Jorge, ambos no final do primeiro tempo.

Com o resultado, o Santos termina o Paulistão com 13 pontos e livre do descenso. O São Bento permaneceu com 9 pontos e se juntou ao já rebaixado São Caetano. Essa foi a segunda queda da equipe de Sorocaba em três anos do Paulista, que também havia caído em 2019.

Quem foi bem: Kaio Jorge não se esconde e deixa o seu

Autor de um gol na Vila, o garoto de 19 anos não se omitiu em campo. O atacante se movimentou bastante (algumas vezes de forma desorientada) e procurou o jogo na maior parte do tempo, contribuindo principalmente para tentar tirar o nervosismo do time em parte do primeiro tempo.

Quem foi mal: artilheiro não consegue aparecer

Goleador do time com quatro gols, Diego Tavares não conseguiu se sobressair no time do São Bento e não só passou em branco, como também teve atuação bastante tímida em campo, sem nem conseguir finalizar ao gol.

Nervosismo deixa jogo ruim e com pouca emoção

Até o Santos abrir o marcador, o primeiro tempo foi muito ruim na Vila, muito por conta da tensão visível nos dois lados. Enquanto o São Bento sequer conseguiu finalizar, o Peixe mostrava lentidão para subir ao ataque e quando não era alvo fácil da marcação adversária, tomava as decisões erradas antes de decidir um lance. Antes do gol, a única chance de perigo surgiu quando Kaio Jorge (em impedimento) isolou a bola após o rebote do goleiro dentro da pequena área.

Ângelo não se omite e ajuda a aliviar tensão do time

O garoto Ângelo, de 16 anos, foi a principal arma do Santos no ataque, mas foi facilmente marcado na maioria das vezes, tendo que encarar até três adversários em um mesmo lance. Quando a primeira etapa caminhava para terminar sem emoção e sem gols, o Peixe achou seu gol na base da insistência. Primeiro com Lucas Braga, que limpou a marcação e bateu cruzado no canto esquerdo. Depois com Kaio Jorge, aproveitando a boa jogada e o cruzamento rasteiro de Ângelo. 2 a 0 ainda antes do intervalo.

São Bento tenta reagir, mas fica só na trave

Precisando virar o placar para evitar o rebaixamento, o São Bento abriu mão da postura defensiva e se lançou mais ao ataque no segundo tempo. O camisa 10 Daniel Costa foi o responsável pelas melhores ações. Primeiro, exigindo de João Paulo uma manchete para evitar o gol de falta. Depois, carimbando a trave em um chute de fora da área. Fora isso, o sistema defensivo do Santos mostrou evolução em relação ao último jogo e passou mais segurança em campo, administrando bem a vantagem e garantindo a vitória salvadora sem sustos na etapa final.

Agora é com Fernando Diniz!

Superado um desafio, agora o Santos tem outro pela frente. Anunciado na última sexta-feira, o técnico Fernando Diniz vai começar sua trajetória a partir de amanhã (10), quando será apresentado. Na terça-feira, o novo comandante já terá sua primeira pedreira, recebendo o Boca Juniors na Vila Belmiro, pela quarta rodada do grupo C da Libertadores.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2x0 SÃO BENTO

Motivo: 12ª rodada do Campeonato Paulista
Data/Hora: 09/05/2021, às 16h
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Danilo Ricardo Simon Manis.

GOLS: Lucas Braga, 40'1ºT (1-0); Kaio Jorge, 46'1ºT (2-0)
Cartões amarelos: Pará, Lucas Lourenço (SAN)
Cartão vermelho: Não teve.

SANTOS: João Paulo; Pará, Kaiky, Luan Peres e Felipe Jonatan; Vinicius Balieiro (Ivonei), Jean Mota (Anderson Ceará) e Gabriel Pirani (Kevin Malthus); Lucas Braga, Ângelo (Copete) e Kaio Jorge (Marcos Leonardo). Técnico: Marcelo Fernandes (auxiliar).

SÃO BENTO: Luiz Daniel; Gabriel (Matheus Santos), Dirceu, Bruno Leonardo e Julinho; Fábio Bahia (Ruan), Escobar (Victor Guilherme) e Daniel Costa; Kayan (Ítalo), Diego Tavares e Geovane Itinga (Allan Dias). Técnico: Marcelo Cordeiro.

Santos