PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Gustavo Scarpa brilha, Palmeiras bate o Fortaleza e volta a vencer

do UOL, em São Paulo

14/02/2021 20h09

Sem grandes atrativos no Campeonato Brasileiro, já que não possui mais chances de título e está classificado para a próxima edição da Libertadores, o Palmeiras entrou em campo com um time repleto de novidades e não teve dificuldades para bater o Fortaleza. Com grande exibição de Gustavo Scarpa, o Verdão venceu por 3 a 0 hoje (14), no Allianz Parque, em jogo válido pela 36ª rodada da competição.

Depois do retorno do Mundial de Clubes, onde o time não conseguiu sequer balançar as redes no tempo normal, o técnico Abel Ferreira optou por poupar alguns de seus titulares e escalou a equipe com muitos garotos da base. A mudança proporcionou maior liberdade aos meias Gustavo Scarpa e Lucas Lima, que vinham sendo questionados pelas oscilações durante a temporada, e aproveitaram a oportunidade dada pelo professor.

Com o resultado, o Palmeiras chega a 56 pontos, na sexta colocação do Brasileirão. Já o Fortaleza permanece na 15ª posição, com 41 pontos.

A partir de agora, o Palmeiras inicia uma maratona de jogos. Somente nesta semana serão mais duas partidas: Coritiba, na quarta (17), no Couto Pereira, e o clássico com o São Paulo, sexta (19), no Morumbi.

O Fortaleza, na próxima rodada, encara o Bahia, no Castelão, sábado (20), às 21h (de Brasília). As duas equipes lutam para se distanciar da zona de rebaixamento.

Formação que confundiu até o "estagiário"

Antes mesmo de a partida começar, a formação tática escolhida por Abel Ferreira confundiu até mesmo o "estagiário" das redes sociais do Palmeiras. No primeiro momento, o perfil do clube no Twitter divulgou o campinho de escalação no esquema 3-5-2, mas, minutos depois, a equipe de comunicação corrigiu e divulgou o time montado no 4-2-3-1, com Lucas Esteves na ponta e não na lateral.

Um passeio alviverde bem tranquilo

A escolha tática de Abel Ferreira surtiu efeito. Com Renan na lateral esquerda e se posicionando como um terceiro zagueiro com a bola, o Palmeiras parecia mais leve, com jogadas envolventes de seus meios-campistas Gabriel Menino, Lucas Lima e Gustavo Scarpa, além do posicionamento bastante ofensivo do lateral-direito Marcos Rocha. Foi dos pés desses jogadores que surgiram as oportunidades mais perigosas do time no primeiro tempo. Não à toa, o Verdão teve 64% de posse de bola e trocou 255 passes corretos, contra apenas 83 do adversário. No segundo tempo, bastou administrar a vantagem no placar.

Gustavo Scarpa volta a ser o cara do jogo

Depois de uma temporada repleta de oscilações, Gustavo Scarpa voltou a se mostrar como aquele jogador versátil que despertou o interesse do Palmeiras em 2018. Na partida de hoje (14), fez jus ao apelido que recebera ainda nos tempos de Fluminense: o "chuta-chuta". Apenas na primeira etapa, o coringa alviverde arriscou três bolas de fora da área e acabou presenteado com um belo gol na cobrança de falta - o primeiro do Palmeiras no jogo - e virada de bola perfeita para o gol de Lucas Lima.

Fim de jejum

O gol marcado por Scarpa encerrou um longo jejum do Palmeiras. O time não marcava um gol de falta desde 22 de maio de 2019, na vitória por 1 a 0 sobre o Sampaio Correia-MA, no estádio Castelão, pela Copa do Brasil. Naquela oportunidade, foi o ex-camisa 10 Moisés quem marcou.

Gol emocionado

Lucas Limas não segurou as lágrimas depois de anotar o segundo gol do Palmeiras na partida. O meia, que tem perdido espaço na equipe, teve ótima atuação e, como Scarpa, foi coroado com um belo gol. Aos 25 minutos, Scarpa virou o jogo pela direita, Marcos Rocha dominou, olhou para área e passou para o camisa 20, que só teve o trabalho de empurrar para as redes de Felipe Alves.

Herói do título volta a marcar

Impedido de jogar o Mundial de Clubes e a Copa do Brasil pelo Palmeiras, Breno Lopes matou as saudades de comemorar. Herói do Palmeiras na Libertadores, o atacante fez um golaço de primeira, depois de boa triangulação entre Lucas Lima e Gabriel Menino.

Segundo tempo pouco empolgante

Com a vantagem construída no primeiro tempo, o Palmeiras diminuiu o ritmo e se poupou fisicamente nos 45 minutos finais. O Fortaleza, por sua vez, tentou reverter o domínio dos mandantes com algumas substituições, que pouco aliviaram a dor de cabeça do técnico Enderson Moreira. O time só conseguiu duas finalizações à meta de Weverton.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 0 FORTALEZA

Competição: Campeonato Brasileiro
Data: 14 de fevereiro de 2021, domingo
Horário: 18h15 (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Arbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG), Celso Luiz da Silva (MG) e Rafael Gomes Félix da Silva (SP)
VAR: Igor Junior Benevenuto de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Derley, Felipe, Wellington Paulista (FOR)
Cartões vermelhos: não houve
Gols: Gustavo Scarpa, do Palmeiras, aos 19'/1T (1-0), Lucas Lima, do Palmeiras, aos 25'/1T (2-0), Breno Lopes, do Palmeiras, aos 37'/1T (3-0)

PALMEIRAS
Weverton; Marcos Rocha (Mayke, aos 36'/2T), Gustavo Gómez, Kuscevic, Renan; Danilo (Felipe Melo, aos 36'/2T), Gabriel Menino; Lucas Lima (Raphael Veiga, aos 26'/2T), Gustavo Scarpa e Lucas Esteves (Patrick de Paula, aos 26'/2T); Breno Lopes (Willian, aos 13/2T). Técnico: Abel Ferreira.

FORTALEZA
Felipe Alves; Gabriel Dias (Tinga, aos 27'/2T), Quintero, Paulão, Bruno Melo (Carlinhos, intervalo); Ronald (João Paulo, aos 21'/T), Felipe, Romarinho, Igor Torres (Derley, intervalo); Wellington Paulista e David (Osvaldo, intervalo). Técnico: Enderson Moreira.