PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo volta a oscilar em sequência que quase derrubou Diniz em 2020

Fernando Diniz comanda o São Paulo em partida do Campeonato Brasileiro 2020 - Marcello Zambrana/AGIF
Fernando Diniz comanda o São Paulo em partida do Campeonato Brasileiro 2020 Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

16/01/2021 04h00

Classificação e Jogos

Fernando Diniz volta a enfrentar dificuldades na sequência que quase o derrubou no São Paulo durante o primeiro do turno do Brasileirão, em setembro do ano passado. Na ocasião, o técnico conquistou quatro empates seguidos em jogos da competição, contra Red Bull Bragantino, Santos, Internacional e Coritiba (este já no início de outubro).

Com a sequência negativa no torneio nacional e a eliminação na fase de grupos da Libertadores, também no mesmo período, o treinador ficou perto de deixar o Morumbi. Outros nomes foram cogitados nos bastidores — Diego Aguirre, Paulo Autuori, Rogério Ceni e Vagner Mancini surgiram como alternativas.

À época, o executivo de futebol Raí decidiu pela manutenção de Diniz no CT da Barra Funda. O dirigente se reuniu com a comissão técnica e pediu uma mudança na forma de atuar. Diniz fez alterações e viu o rendimento melhorar nas rodadas seguintes.

Agora, na mesma sequência do primeiro turno, o São Paulo volta a tropeçar. O time comandado por Fernando Diniz foi derrotado por Red Bull Bragantino e Santos. A diferença é que, neste momento, a equipe terá o jogo contra o Athletico antes de enfrentar Internacional e Coritiba. Naquele momento, o duelo contra o Furacão havia sido antecipado e vencido pela equipe paulistana.

Em setembro passado, a sequência negativa quase custou o emprego de Fernando Diniz. Agora, mesmo com um aproveitamento até inferior nos dois primeiros duelos, o técnico está mais consolidado no cargo. O novo presidente do clube, Julio Casares, já disse que não pretende demiti-lo, mesmo se o São Paulo perder o título nacional. Há um planejamento para que o treinador tenha longevidade no Morumbi.

Com mais moral e o emprego garantido, Diniz tenta fazer o São Paulo reagir no jogo de amanhã (17), às 16h (de Brasília), pela 30ª rodada do Brasileirão. O jogo será disputado na Arena da Baixada, em Curitiba. Hoje, o Tricolor paulista ocupa a primeira posição do torneio nacional, com 56 pontos conquistados, três a mais que o vice-líder Internacional.

São Paulo