PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Renato Gaúcho cita possíveis datas de final com Palmeiras na Copa do Brasil

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

06/01/2021 22h22

Classificação e Jogos

Renato Gaúcho revelou ter ouvido dos dirigentes do Grêmio previsão de datas para final da Copa do Brasil, caso o Palmeiras vença a Copa Libertadores e tenha de deixar o Brasil para jogar o Mundial de Clubes no Qatar. Nas palavras do treinador, os jogos podem ocorrer em 28 de fevereiro e 3 de março. O técnico, no entanto, minimizou a incerteza.

A revelação foi feita depois da vitória do Grêmio diante do Bahia, pela placar de 2 a 1. O jogo válido pela 28ª rodada do Brasileirão fez o time gaúcho entrar no G4.

As finais da Copa do Brasil estão, originalmente, marcadas para 3 e 10 de fevereiro. Mas caso o Palmeiras conquiste o bicampeonato da América, a projeção se torna inviável.

"Acabei de falar sobre isso com o presidente no vestiário. É uma incógnita para todo mundo. O Palmeiras provavelmente vai fazer a final e se for campeão, tem que viajar a Abu Dhabi (o Mundial 2021 será disputado no Qatar e não nos Emirados Árabes Unidos) e as finais ficariam para 28 de fevereiro e início de março. Se o Palmeiras não ganhar, as datas se mantêm. Isso é preocupação da diretoria. O mais importante de tudo é que a gente está na final. Não adianta ficar pensando em datas, isso é com a diretoria", comentou Renato Gaúcho.

Depois, Paulo Luz, vice de futebol do Grêmio, afirmou que Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, ligou para a cúpula da CBF pouco antes da partida contra o Bahia. Foi na ligação que surgiu a previsão de novas datas. Renato se mostrou compreensível.

"O mais importante é que o Grêmio está na final. As datas eram 3 e 10 de fevereiro. Pelo o que conversei com o presidente, é mais ou menos isso. Se o Palmeiras for campeão e viajar ao Mundial, aí é dia 28 e início de março. Isso ele me passou por cima, rapidinho, agora no vestiário. Não importa quando, onde, o Grêmio está na final. E a situação é difícil para eles da CBF mesmo", disse o treinador.

Futebol