PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Lisca se revolta com erros de arbitragem e dá forte pronunciamento; assista

"Não é a primeira e nem a segunda. Um lance fácil! Na cara dele. Chega, não tem entrevista, não tem mais nada", disse o técnico - Reprodução/YouTube
"Não é a primeira e nem a segunda. Um lance fácil! Na cara dele. Chega, não tem entrevista, não tem mais nada", disse o técnico Imagem: Reprodução/YouTube

Do UOL, em São Paulo

21/12/2020 09h57

Classificação e Jogos

O técnico Lisca, do América-MG, se revoltou contra um erro de arbitragem após o duelo contra a Chapecoense, pela Série B do Campeonato Brasileiro - a equipe mineira teve um gol mal anulado pelo bandeirinha já nos acréscimos da partida, que acabou em a 2 a 2.

Ao sentar-se para iniciar a entrevista coletiva, o treinador aproveitou a pergunta de um jornalista sobre a arbitragem e deu um forte pronunciamento aos berros (assista abaixo).

"Eu não vou responder a nenhuma pergunta. Eu vim aqui só para falar uma coisa. É a sexta vez. Já são oito pontos. O América, hoje, está com 57, mais oito, daria 65, no mínimo. É Anderson o nome desse bandeira, né? Mal-educado, nos xingou, nos ofendeu", iniciou Lisca.

"O que ele deu ali? O que está havendo? É contra o América? É contra mim? Se for contra o Lisca eu vou embora para casa. Chega! Tudo tem um limite na vida. Foi contra o Cuiabá, a Ponte Preta, o Oeste, o Cruzeiro, o Juventude, o Paraná e agora de novo. E sempre contra a mesma equipe. Aí o bandeira diz que pede desculpa. Chega! Acabou!", prosseguiu.

Na sequência, Lisca continuou o exaltado protesto citando o nome de Leonardo Gaciba, ex-árbitro que hoje atua como chefe de arbitragem da CBF.

"Gaciba, pelo amor de Deus, Gaciba, o que tu está fazendo aí? Já fomos, já fizemos representação, nós já mandamos ofício, e cada jogo se repete. A Chapecoense não tem nada a ver com isso, é um baita de um time que está fazendo um baita trabalho. Mas não pode estragar um trabalho de um clube todo, de um time, das pessoas que estão lutando para caramba."

"Não é a primeira e nem a segunda. Um lance fácil! Na cara dele. Chega, não tem entrevista, não tem mais nada", finalizou, deixando o local da entrevista.

Assista ao desabafo:

Futebol