PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Após polêmica, Cruzeiro nega "monopólio de empresário" na Toca da Raposa I

A Toca da Raposa I é a casa das categorias de base do Cruzeiro - Divulgação/Cruzeiro
A Toca da Raposa I é a casa das categorias de base do Cruzeiro Imagem: Divulgação/Cruzeiro

Guilherme Piu

Do UOL, em Belo Horizonte

26/11/2020 13h41

Classificação e Jogos

Uma nova polêmica envolvendo as categorias de base do Cruzeiro virou assunto hoje (26) nas redes sociais. Tudo por causa de texto publicado por um blogueiro no site da ESPN e que levantou a possibilidade de um empresário, citado na matéria como "ex-dirigente do clube", ser o responsável pelo agenciamento de carreira de 60 atletas jovens da Raposa.

O assunto gerou certa discussão por parte de torcedores, que chegaram a mencionar o nome do hoje empresário Bruno Vicintin, mas que entre 2015 e o fim de 2017 foi vice-presidente de futebol do clube estrelado.

Procurado pelo UOL Esporte, Vicintin negou com veemência tal possibilidade, que foi classificada pelo próprio agente como "absurda".

"Estou estarrecido com essa informação que alguém, um empresário, tem 60 jogadores na base do Cruzeiro. Espero e aguardo que a diretoria do Cruzeiro se posicione imediatamente. Tenho seis atletas na base do clube, e se tem profissional com 60 jogadores lá (no Cruzeiro), significa que alguém tem o controle desse departamento. Portanto, o Cruzeiro precisa explicar ao torcedor cruzeirense quem é a pessoa que controla sua base. Nenhum clube do tamanho do Cruzeiro no futebol brasileiro, por melhor que possa ser o empresário, pode deixar um agente ter 60 jogadores em sua base", se posicionou Vicintin.

Em resposta à reportagem, o Cruzeiro garante que não há empresário com tamanha influência em suas categorias de base.

"O Cruzeiro desconhece que haja qualquer empresário ou agente com 60 jogadores nas categorias de base do clube", informou ao UOL.

Somando todas as categorias, do sub-14 ao sub-20, o Cruzeiro tem 132 atletas em atividade no clube, números oficiais e informados pela assessoria de imprensa celeste ao UOL.

Desse montante de jogadores os agenciados por Bruno Vicintin na Toca I são: o atacante Alejandro Viniegra, os zagueiros Alysson, Matheus Soares, César (Cesinha) e Pedro Nardoci, e o volante Ageu.

No elenco principal o empresário cuida da carreira de outros quatro atletas: o volante Adriano, os zagueiros Cacá e Paulo Eduardo, e o atacante Welinton.

Cruzeiro