PUBLICIDADE
Topo

Eliminatórias Sul-Americanas

Vestiário da Colômbia teve até agressão após goleada para o Equador

Equador goleia Colômbia pelas Eliminatórias Sul-Americanas - Rodrigo Buendia-Pool/Getty Images
Equador goleia Colômbia pelas Eliminatórias Sul-Americanas Imagem: Rodrigo Buendia-Pool/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

18/11/2020 23h40

Classificação e Jogos

Os ânimos se exaltaram no vestiário da Colômbia após a goleada por 6 a 1 diante do Equador, em jogo válido pelas Eliminatórias da Copa.

Segundo informações do programa Blog Deportivo, da Blu Rádio, os jogadores discutiram por causa do resultado, e dois deles, que atuariam em clubes estrangeiros, chegaram a agressão física. O elenco estaria rachado. "Existem grupos se enfrentando dentro da seleção", escreveu a publicação.

O treinador Carlos Queiroz fez questão de fazer uma reunião fechada no vestiário apenas com os jogadores, sem a presença de dirigentes. Ele teria questionado o que teria derrubado o aproveitamento do elenco nas Eliminatórias - dos quatro jogos, a Colômbia venceu apenas um, perdeu dois e empatou um. Queiroz teria cogitado entregar o cargo caso o elenco não estivesse de acordo com a gestão.

Fontes dentro do futebol colombiano afirmam que a demissão já está sendo avaliada pela Federação Colombiana de Futebol, mas que os dirigentes do futebol nacional ainda discutem o assunto para que a decisão não seja tomada no calor do momento.

"Grande parte do Comitê Executivo da Federação Colombiana de Futebol está determinada a destituir o técnico Carlos Queiroz. (...) Haveria maioria para destituí-lo, vão definir no Comitê. Vão tomar a decisão de cabeça fria", afirmou o texto.