PUBLICIDADE
Topo

Liga das Nações 2020/21

Itália bate Bósnia e se classifica para fase final da Liga das Nações

Belotti comemora primeiro gol da Itália diante da Bósnia  - ELISABETTA BARACCHI/EFE
Belotti comemora primeiro gol da Itália diante da Bósnia Imagem: ELISABETTA BARACCHI/EFE

Do UOL, em São Paulo

18/11/2020 18h49

Classificação e Jogos

A Itália bateu a Bósnia-Herzegóvina por 2 a 0 nesta quarta-feira (18), pela 6ª rodada pela fase de grupos da Liga das Nações. O jogo foi realizado no Stadion Grbavica, em Sarajevo.

Os italianos abriram o placar no primeiro tempo. Insigne ganhou a bola em velocidade pela esquerda e deu um passe enjoado pelo bico da área, deixando Belotti livre na marca do pênalti. O artilheiro armou o chute e bateu de primeira, no cantinho direito de Piric.

Com o controle da partida nas mãos, a Azzurra não deu chances para um esboço de reação da Bósnia, e buscou o ataque para definir o placar. Em mais um passe perfeito, desta vez de Locatelli, o meia encontrou Berardi na infiltração nas costas da defesa. O atacante pegou de primeira na marca do pênalti, bateu girando de voleio e mandou no canto esquerdo de Piric, sem chances para o goleiro.

A Itália é a líder do Grupo 1, com 12 pontos, seguida pela Holanda, com 11, Polônia, com sete e Bósnia, na lanterna, somando apenas dois.

A fase final da Liga das Nações acontecerá apenas em outubro de 2021, depois da Eurocopa. Itália, França, Espanha e Bélgica brigarão no Final Four, fase decisiva do torneio. As datas e confrontos serão sorteados em dezembro.

FICHA TÉCNICA BÓSNIA-HERZEGÓVINA X ITÁLIA

Local: Stadion Grbavica, Sarajevo

Data: 18 de novembro de 2020, quarta-feira

Horário: 16h45 (de Brasília)

Árbitro: Artur Dias

Assistentes: Rui Tavares e Paulo Soares

Cartões amarelos: Advan Kadusic (Bósnia-Herzegóvina); Domenico Berardi e Alessio Romagnoli (Itália)

Gols: Andrea Belotti, aos 22 minutos do primeiro tempo e Domenico Berardi, aos 22 minutos do segundo tempo (Itália)

BÓSNIA-HERZEGÓVINA: Kenan Piric; Josip Corluka, Dennis Hadzikadunic, Sinisa Sanicanin, Advan Kadusic; Gojko Cimirot, Miralem Pjanic, Rade Krunic, Amer Gojak, Benjamin Tatar; Smail Prevljak. Técnico: Dusan Bajevic.

ITÁLIA: Gianluigi Donnarumma; Francesco Acerbi, Alessandro Bastoni, Emerson; Alessandro Florenzi, Manuel Locatelli, Jorginho, Nicolò Barella; Lorenzo Insigne, Andrea Belotti, Domenico Berardi. Técnico: Roberto Mancini.

Este conteúdo foi gerado pelo sistema de produção automatizada de notícias do UOL e revisado pela redação antes de ser publicado.