PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Dirigente revela detalhes de negociação com Pato: 'Inter não podia esperar'

Rodrigo Caetano, diretor executivo de futebol do Inter - Ricardo Duarte/Inter
Rodrigo Caetano, diretor executivo de futebol do Inter Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/10/2020 11h05

Rodrigo Caetano, diretor-executivo de futebol do Inter, afirmou que um pedido de espera de Alexandre Pato foi decisivo para melar a negociação entre o clube gaúcho e o atacante. O dirigente ainda afirmou que as alternativas encontradas pelo time colorado no mercado estão agradando o clube.

"Teve, sim, uma consulta (pelo Pato), e depois uma proposta. No primeiro momento, ele entendeu que era um bom projeto, depois pediu para esperar, para avaliar. E o Inter não tinha esse tempo para oferecer. Nós fomos buscar alternativas e as alternativas estão agradando. Coincidiu com o momento em que perdemos o Guerrero", disse em entrevista ao site da ESPN Brasil.

O dirigente explicou ainda por que é mais difícil encontrar um substituto para Boschilia, que se lesionou e está fora do restante da temporada, no mercado. Rodrigo Caetano afirmou que, por se tratar de um momento mais decisivo da temporada, as opções de contratação são mais escassas.

"Não era um período tão decisivo da temporada, então tínhamos outras possibilidades no mercado. Hoje, as opções são muito mais escassas - estamos enfrentando essa dificuldade para repor a falta do Boschilia. Nós respeitamos a história que o Pato construiu aqui, é ídolo, mas respeitamos a decisão pessoal dele", complementou.

O Inter estreia hoje pela Copa do Brasil, nas oitavas de final da competição. A equipe colorada entra em campo contra o Atlético-GO, às 19h, no Estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia.

Internacional