PUBLICIDADE
Topo

Série C - 2020

Com surto de Covid, São Bento jogará com goleiro na linha e sem banco

Laércio, do São Bento, é um dos jogadores infectados com Covid-19 - Divulgação
Laércio, do São Bento, é um dos jogadores infectados com Covid-19 Imagem: Divulgação

Marcello De Vico

Do UOL, em Santos (SP)

26/10/2020 15h28Atualizada em 26/10/2020 17h25

Classificação e Jogos

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) rejeitou o pedido do São Bento para adiar a partida de hoje (26), às 18h (de Brasília), contra o Criciúma, em Sorocaba (SP), pela 12ª rodada do grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro.

O time paulista solicitou a transferência da partida porque vive um surto de Covid-19 e afirma ter 15 jogadores infectados e outros dois com sintomas. Fora isso, soma quatro lesionados e um suspenso, restando apenas 12 atletas à disposição - sendo três deles goleiros.

A CBF não atendeu ao pedido do São Bento e manteve a partida. Em nota oficial, o clube paulista diz que terá de improvisar um goleiro na linha para encarar os catarinenses. Além disso, terá apenas um jogador no banco de reservas, sendo um goleiro.

"O Esporte Clube São Bento não compactua com a decisão da CBF em manter o jogo de hoje. Acreditamos que essa decisão coloca em risco todos os profissionais que trabalharão na partida: comissão e atletas do ECSB, comissão e atletas do Criciúma, além dos fiscais, árbitros e apoios", diz nota oficial do São Bento.

"Ao todo, são 15 jogadores testados positivos e mais 02 com sintomas, teremos que relacionar jogadores que estão no departamento médico para que ocorra essa partida. Infelizmente teremos que ir pro jogo sem banco de reservas e com um goleiro atuando na linha", completa o comunicado.

No mês passado, em meio ao impasse sobre o adiamento ou não do jogo entre Palmeiras x Flamengo, pela Série A, a CBF determinou que cada time precisa ter no mínimo 13 atletas com testes negativos para Covid-19 para poder entrar em campo.

O número de 13 atletas - com pelo menos um goleiro entre eles - é o mesmo que a Uefa adota para garantir que um time entre em campo em suas competições.

Em conversa com o UOL Esporte, o presidente do São Bento, Almir Laurindo, diz que entidade máxima do futebol não está levando em conta os jogadores machucados para calcular os jogadores aptos.

"A diretriz da CBF diz que temos que ter 13 jogadores aptos para jogar. A gente tem 32 inscritos na competição. Desses 32, 15 estão com Covid, um suspenso, dois estão com sintomas e quatro estão no DM. Sobram dez. Mas no entendimento deles, jogador no DM consta como apto", disse.

A reportagem apurou que, no entendimento da CBF, o São Bento tem o mínimo suficiente de atletas para jogar a partida.

LEIA A NOTA DO SÃO BENTO NA ÍNTEGRA:

O Esporte Clube São Bento não compactua com a decisão da CBF em manter o jogo de hoje.

Os protocolos sanitários foram e continuam sendo seguidos pelo ECSB, mas infelizmente um surto de COVID-19 atingiu nosso elenco. Pedimos o adiamento da partida, mas o pleito foi recusado pela CBF, que confirmou o jogo para hoje. Acreditamos que essa decisão coloca em risco todos os profissionais que trabalharão na partida: comissão e atletas do ECSB, comissão e atletas do Criciúma, além dos fiscais, árbitros e apoios. Ao todo, são 15 jogadores testados positivos e mais 02 com sintomas, teremos que relacionar jogadores que estão no departamento médico para que ocorra essa partida. Infelizmente teremos que ir pro jogo sem banco de reservas e com um goleiro atuando na linha.