PUBLICIDADE
Topo

Fortaleza

Por que fala enigmática de Ceni não deve preocupar torcida do Fortaleza

Rogério Ceni comanda o Fortaleza contra o Ceará, na decisão do Cearense - Kely Pereira/AGIF
Rogério Ceni comanda o Fortaleza contra o Ceará, na decisão do Cearense Imagem: Kely Pereira/AGIF

Marcello De Vico e Thiago Fernandes

Do UOL, em Santos e São Paulo

23/10/2020 04h00

"Lamento muito não comemorar um título com a torcida aqui dentro [da Arena Castelão]. É uma das coisas que mais tenho receio, que mais fico com medo: de não conseguir me despedir disso aqui com a casa cheia". A declaração de Rogério Ceni após a conquista do título estadual, na noite de quarta-feira (21), foi considerada enigmática por muitos torcedores do Fortaleza. Será que ele falou em tom de despedida? Será que vai sair de novo?

A resposta nunca pode ser cravada com total certeza, mas a chance de Rogério Ceni deixar o Fortaleza antes do término do contrato — que vai até o fim do Brasileirão, fevereiro de 2021 — é quase nula.

"Existe um compromisso com o Fortaleza, e o Rogério Ceni já deixou bem claro, inclusive em entrevistas recentes, que pretende manter esse compromisso com o clube até o final da temporada", disse Marcelo Paz, presidente do Fortaleza. "Reitero que ele vai cumprir seu contrato até a última rodada do Campeonato Brasileiro. Desejamos muito que ele permaneça para 2021, mas essa é uma decisão dele e que tem tempo a ser tomada", completou.

Apesar de soar enigmática, a declaração de Rogério Ceni faz todo sentido se pensarmos nas competições que ainda tem para disputar com o Fortaleza antes do fim do contrato: Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. Apesar de o futebol sempre promover surpresas, o time cearense não é favorito nos torneios.

Sendo assim, a frase dita por Ceni, de que "tem medo de não conseguir se despedir da Arena Castelão com a casa cheia", ganha mais sentido. Ainda não se sabe se os estádios serão reabertos ao público até fevereiro do ano que vem, mas, mesmo se isso vier a acontecer, o Fortaleza ainda precisaria ganhar o Campeonato Brasileiro ou a Copa do Brasil para Ceni, quem sabe, comemorar mais um título ao lado da torcida.

Ainda assim, o técnico poderia se sagrar campeão longe da Arena Castelão. Na Copa do Brasil, o Fortaleza pode jogar a segunda partida da final como visitante. Já no Campeonato Brasileiro, o título também pode chegar com um resultado conquistado fora de casa.

Saída é vista como fato normal

Em que pese o desejo de Marcelo Paz em mantê-lo no Fortaleza, há nos bastidores a sensação de que o técnico pode deixar a Arena Castelão a qualquer momento. A permanência no clube não é vista como algo longínquo.

O treinador vislumbra a possibilidade de trabalhar em um grande centro do futebol mundial. Rogério Ceni trata a carreira no banco de reservas como a maioria dos atletas vê a trajetória no esporte: a Europa é o grande sonho. Por isso, não descarta um novo desafio a partir da próxima temporada.

Há a possibilidade de trabalhar em um time que dispute a Libertadores ou até tenha a ideia de conquistar o título brasileiro. O projeto do ex-goleiro, inclusive, é de conhecimento da diretoria do Fortaleza.

Não ao Palmeiras

A declaração de Rogério Ceni também não deve ser vista como uma possibilidade de saída por outro motivo. O técnico vem dando provas disso, inclusive, ao recusar abrir conversas com o Palmeiras para assumir o time. E isso não por se tratar de um ex-rival, mas por estar empregado e querer cumprir o contrato até o final.

A atitude de 2019, quando largou o Fortaleza para tentar a sorte no Cruzeiro, não deve se repetir. A não ser que aconteça algo extremamente fora da curva.

Fortaleza