PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2020

Drone e pênaltis questionáveis irritam Portuguesa na A2: "Muito esquisito"

Um drone interrompeu a partida disputada ontem (7) entre XV de Piracicaba e Portuguesa  - Reprodução/SporTV
Um drone interrompeu a partida disputada ontem (7) entre XV de Piracicaba e Portuguesa Imagem: Reprodução/SporTV

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

08/09/2020 18h27

Classificação e Jogos

A Portuguesa vinha bem na Série A2 do Campeonato Paulista: nove jogos de invencibilidade e 2 a 0 de vantagem fora de casa sobre o XV de Piracicaba. Mas um drone mudou tudo, a arbitragem tomou decisões controversas no jogo de ontem (7) e agora o presidente da Lusa reclama na Federação Paulista de Futebol (FPF) sobre os erros na derrota por 3 a 2.

"Foi desastroso; não tem nem palavras. Foi uma sequência desde o hotel, onde a torcida [do XV] ficou jogando bomba, depois o drone quando a Portuguesa abriu dois gols e poderia fazer o terceiro, em seguida os dois pênaltis. Foi tudo muito estranho, esquisito, fica uma sensação ruim", reclama Antonio Carlos Castanheira, presidente da Lusa, em entrevista ao UOL Esporte.

Ontem a Lusa perdeu do XV de Piracicaba no jogo de ida das quartas de final da A2 — só os dois finalistas do torneio sobem ao Paulistão. Um dos momentos decisivos do jogo foi a paralisação por causa de um drone quando os visitantes viviam melhor momento. A partir de então o time da casa conseguiu a virada, contando com dois pênaltis polêmicos.

"Quem põe um drone lá em cima justamente quando estava 2 a 0? Fica essa sensação muito ruim. Pode não ser nada, mas fica a sensação. O jogo parado, e depois dois pênaltis absurdos", reclama o presidente da Portuguesa.

Castanheira esteve hoje na sede da FPF, onde conversou com representantes da Federação sobre os acontecimentos em Piracicaba. Ele diz preparar um ofício para oficializar as reclamações sobre o drone e sobre os pênaltis supostamente equivocados

Na tentativa de voltar ao Paulistão após cinco anos, a Lusa agora precisa vencer no Canindé para seguir viva no mata-mata: o duelo de volta contra o XV será às 17 horas (de Brasília) de segunda-feira (14). Este é o ano do centenário do clube, que fez aniversário no último dia 14.