PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Vasco vence Ceará por 3 a 0, mantém 100% e assume liderança do Brasileiro

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

20/08/2020 21h55Atualizada em 20/08/2020 23h31

O Vasco conseguiu a primeira vitória fora de casa neste Campeonato Brasileiro e manteve os 100% de aproveitamento na competição. Com gols de German Cano, Fellipe Bastos e Ribamar, o time do técnico Ramon Menezes bateu o Ceará por 3 a 0, na Arena Castelão, e chegou a nove pontos em três jogos. O Vozão, por sua vez, ainda não venceu na competição. O único ponto conquistado até aqui foi no empate com o Grêmio.

A equipe da Colina assumiu a liderança da competição por conta do saldo de gols — o Internacional e o Atlético-MG têm o mesmo número de pontos. Vale lembrar que o Vasco tem um jogo a menos, uma vez que a partida contra o Palmeiras, pela primeira rodada, foi adiada devido às finais do Campeonato Paulista.

Na próxima rodada, o Ceará terá o Bahia pela frente, no Castelão, enquanto o Vasco vai enfrentar o Grêmio, em São Januário.

Cano decisivo novamente

Cano abre o placar

Gols UOL Esporte

Artilheiro do Vasco na temporada, o atacante German Cano foi, novamente, decisivo. O jogador aproveitou uma das poucas oportunidades que teve e abriu o placar, mudando o panorama da equipe cruz-maltina na partida.

Fernando Sobral foi peça importante

O meia Fernando Sobral foi um nome importante para o Ceará nesta partida. Com roubadas de bola em uma linha um pouco mais adiantada, ajudou na proposta que a equipe da casa tinha na partida, evitando também os contra-ataques vascaínos. No segundo tempo, acabou substituído por Rafael Sóbis.

Mudanças no Vasco

O técnico Ramon Menezes fez mudanças no time titular do Vasco. O treinador colocou Cláudio Winck na lateral direita e o lateral-esquerdo Neto Borges improvisado no meio de campo.

Dificuldades de ambos os lados

O Ceará adotou uma marcação mais em cima desde o campo de ataque, o que dificultou bastante a saída de bola do Vasco, que não conseguia ir à frente. O Vozão, por sua vez, errava no chamado "último terço do campo" e não conseguia transformar a posse de bola em oportunidades claras.

Setores espaçados

A equipe cruz-maltina, no primeiro tempo, esteve com muitos espaços entre os setores, o que fez com que a dupla Talles Magno e German Cano ficasse isolada na frente. Andrey, Bastos, Neto Borges e Benítez, integrantes do meio de campo, não conseguiram "dar liga" e erraram muitos passes.

Substituição e mudança

Com a saída de Charles, o Ceará perdeu um pouco da efetividade na construção das jogadas. O setor ofensivo passou a girar mais a bola, mas sem assustar o goleiro Fernando Miguel.

Tentativas de Guto Ferreira e Ramon

Diante do que foi apresentado no primeiro tempo, tanto Guto Ferreira quanto Ramon Menezes promoveram mudanças. No time da casa, Leandro Carvalho entrou na vaga de Mateus Gonçalves em busca de uma maior movimentação no setor ofensivo. Já no Vasco, o volante Bruno Gomes substituiu Neto Borges em busca de uma organização melhor na saída de bola.

Jogadores do Vasco comemoram vitória contra o Ceará - Kely Pereira/AGIF - Kely Pereira/AGIF
Imagem: Kely Pereira/AGIF

Bobeira da defesa e gol do Cano

O gol do Vasco saiu em um momento em que o Vasco mudou a postura. A equipe carioca buscou pressionar a saída de bola do Ceará e contou com um erro da defesa do Vozão para recuperar a bola próximo à área. Depois de troca de passes, Cano tocou na saída de Fernando Prass para abrir o placar. Foi o 12º gol do argentino nesta temporada.

Fellipe Bastos comemora gol marcado contra o Ceará - Kely Pereira/AGIF - Kely Pereira/AGIF
Imagem: Kely Pereira/AGIF

Quase o empate

O Ceará quase chegou ao empate pouco tempo depois. Com uma roubada de bola no meio de campo, a equipe da casa conseguiu pegar a defesa cruz-maltina desarrumada e Rafael Sóbis saiu na cara de Fernando Miguel. O experiente jogador bateu na saída do goleiro, mas a bola carimbou a trave.

Quem não faz...

Fellipe Bastos amplia para o Vasco diante o Ceará

Gols UOL Esporte

No lance seguinte à bola na trave, o Vasco chegou ao segundo gol e esfriou uma possível reação. Talles Magno avançou pela esquerda e tentou o passe. A bola foi cortada no meio do caminho, mas Fellipe Bastos pegou de primeira e acertou o ângulo de Prass, ampliando a vantagem.

Planos diferentes

O gol de Fellipe Bastos mudou um pouco um ímpeto da partida. O Vasco, com mais tranquilidade, tentava manter a posse de bola. Por outro lado, o Ceará apostava na correria para tentar o empate, mas esbarrava na falta de capricho para concluir as jogadas.

Pressão final

Os comandados de Guto Ferreira tiveram boa presença na intermediária de ataque nos minutos finais e levantaram a bola na área em diversas oportunidades, mas não tiveram sucesso.

Hoje tem gol do Ribamar

Ribamar fecha o placar contra o Ceará

Gols UOL Esporte

No fim, o Vasco aproveitou o espaço deixado e Ribamar recebeu sem marcação. O atacante avançou e fez o terceiro gol, que garantiu a liderança para o clube de São Januário.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 0 X 3 VASCO


Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)
Data/Hora: 21 de agosto de 2020, às 20h (horário de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
VAR: Andre Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Cartões amarelos: Samuel Xavier, Leandro Carvalho, Lima (CEA); Ricardo Graça, Henrique e Henrique (VAS)
Cartões vermelhos: -
Gols: Cano, do Vasco, aos 22 minutos do segundo tempo; Fellipe Bastos, do Vasco, aos 32 minutos do segundo tempo; Ribamar, do Vasco, aos 49 minutos do segundo tempo

CEARÁ: Fernando Prass, Samuel Xavier, Tiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Charles (Fabinho), Ricardinho (Vinícius), Mateus Gonçalves (Leandro Carvalho), Fernando Sobral (Rafael Sobis) e Lima (Victor Jacaré); Cléber. Técnico: Guto Ferreira

VASCO: Fernando Miguel, Claudio Winck, Leandro Castán, Ricardo Graça e Henrique; Andrey (Guilherme Parede), Felippe Bastos (Miranda), Neto Borges (Bruno Gomes) e Martín Benítez (Carlinhos); Talles Magno e German Cano (Ribamar).