PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Rodriguinho marca de cavadinha, e Bahia vence o Coritiba no Brasileirão

Do UOL, em São Paulo

12/08/2020 22h37

Classificação e Jogos

O Bahia venceu o Coritiba por 1 a 0, hoje, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro no talento de Rodriguinho. O camisa 10 bateu pênalti de cavadinha ainda no primeiro tempo, e garantiu o triunfo ao time de Roger Machado. O jogo foi realizado no Pituaçu, em Salvador.

Com o resultado, o Bahia estreou no torneio já assegurando seus primeiros três pontos na tabela, e avançou para sexto. O Coritiba, por sua vez, segue sem pontuar em duas rodadas e ocupa a 19ª posição.

Confira como ficou a tabela do tabela do Brasileirão com a vitória do Bahia.

No próximo domingo (16), o Tricolor baiano volta a ao Pituaçu, desta vez para enfrentar o Red Bull Bragantino pela terceira rodada do nacional. O Coxa, em busca do primeiro ponto na edição do Brasileiro, recebe o Flamengo sábado (15), às 19h30.

Frio e calculista, Rodriguinho decide

Rodriguinho bate pênalti com cavadinha e abre o placar para o Bahia contra o Coritiba, pelo Brasileirão 2020 - Walmir Cirne/AGIF - Walmir Cirne/AGIF
Imagem: Walmir Cirne/AGIF

Rodriguinho foi o grande destaque do jogo. Frio e talentoso, o meia do Bahia fez boa jogada individual, sofreu pênalti e deixou o melhor foi reservado para a cobrança: o camisa 10 esbanjou categoria e abriu o placar com um tapa de cavadinha. "Fui feliz no pênalti de ter a frieza e conseguir o gol também. porque se erra eu ia ser cobrado (risos)", brincou o jogador no intervalo da partida ao "Esporte Interativo".

O pior: Sassá tem dia apagado

Principal nome do ataque do Coxa, Sassá não teve noite muito feliz. Apesar de voluntarioso, o jogador deu pouco trabalho aos adversários e saiu aos 32 minutos do segundo tempo.

Bahia não empolga, mas alivia pressão

Roger Machado viu o "caldeirão ferver" depois de perder a Copa do Nordeste para o Ceará e se salvou após a conquista no Baiano nos pênaltis. Com este cenário, o treinador iniciou o Brasileirão com mudanças: sem centroavante — Daniel entrou no lugar de Fernandão —, o time foi mais leve, mas teve dificuldade para armar contra-ataques e não tenha empolgou. No talento de Rodriguinho, pelo menos, garantiu três pontos que aliviam as cobranças.

Coxa ameaça mais pelo alto e fica no quase

Espaçado e lento, o Coritiba fez pouco com a bola no pé. No primeiro tempo, Robson acertou uma bomba no travessão, em chute forte de longe. Foi a principal chegada de um Coritiba sem muita criatividade e que ameaçou pelo alto na etapa final. A grande oportunidade veio de cabeçada de Salbino, que acertou a trave.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 X 0 CORITIBA

Local: Pituaçu, Salvador
Data: 12 de agosto de 2020, quarta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Assistentes: Daniel Luis Marques e Evandro de Melo Lima
Cartões amarelos: Yan Sasse, Nathan Silva, Rodolfo Filemon, Matheus Galdezani e Sassá (Coritiba)

Gol: Rodriguinho, aos 39 minutos do primeiro tempo (Bahia)

BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Juninho, Juninho Capixaba (Zeca); Ronaldo, Flávio, Daniel (Marco Antônio), Rodriguinho (Alesson); Élber, Rossi (Saldanha). Técnico: Roger Machado.

CORITIBA: Wilson; Natanael (Jonathan), Rodolfo Filemon, Sabino, William Matheus; Nathan Silva (Renê Júnior), Matheus Galdezani (Luiz Henrique), Ruy (Yan Sasse); Robson, Igor Jesus, Sassá (Nathan). Técnico: Eduardo Barroca.

Este conteúdo foi gerado pelo sistema de produção automatizada de notícias do UOL e revisado pela redação antes de ser publicado.