PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Quem pode fazer o Palmeiras levar o primeiro título sem Dudu?

Vanderlei Luxemburgo e Maurício Copertino, do Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Vanderlei Luxemburgo e Maurício Copertino, do Palmeiras Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Thiago Ferri

Do UOL, em São Paulo

08/08/2020 04h00

Pela primeira desde 2015, o Palmeiras pode conquistar um título sem Dudu. Negociado com o Al-Duhail, do Qatar, o atacante foi o principal nome alviverde nas últimas cinco temporadas e decisivo nos três títulos conquistados no período.

Hoje (8), às 16h30, o Verdão precisa vencer o arquirrival Corinthians, no Allianz Parque, para levar seu primeiro Campeonato Paulista desde 2008. De Weverton, passando pelos garotos Patrick de Paula e Gabriel Menino, além de Luiz Adriano e o desacreditado Rony, o time de Vanderlei Luxemburgo tem candidatos a protagonista no Dérbi. Veja abaixo:

Weverton:

Weverton, goleiro do Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O goleiro foi o principal nome do Palmeiras na Arena Corinthians, com duas ótimas defesas no primeiro tempo, em chutes de Ramiro e Mateus Vital. O camisa 1 não foi vazado em dez dos 15 jogos que disputou no Estadual - ele é o líder neste quesito. Weverton tem a segunda menor média de gols sofridos por um goleiro na história do Palmeiras: 0,6 gol/jogo (65 gols sofridos em 108 jogos), atrás apenas de Benítez, com 0,54 gol/jogo (13 gols em 24 jogos em 1978).

Gustavo Gómez:

Gustavo Gómez, zagueiro do Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Caso Felipe Melo não tenha condições de jogo, Gustavo Gómez será o representante da dupla de zaga titular ao lado de Luan. Ainda que tenha ficado duas partidas fora por conta do impasse contratual, o defensor paraguaio é o jogador de linha com mais minutos do Verdão (1156). Além de um dos líderes do bom sistema defensivo alviverde, o camisa 15 é também um perigo ofensivamente. Ele tem um gol, após cobrança de escanteio, e ficou no quase por duas vezes no mata-mata.

Patrick de Paula:

Patrick de Paula, volante do Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Aos 20 anos, Patrick de Paula tem mostrado desenvoltura neste início de trajetória no profissional do Palmeiras. O jovem foi o autor do gol da vitória sobre a Ponte Preta, na semifinal do Paulistão, e se entende bem com Gabriel Menino, seu companheiro desde o sub-20, e Ramires. Captado do futebol amador em 2017, o camisa 5 não se intimidou na primeira final contra o Corinthians e tem sido bastante elogiado por Vanderlei Luxemburgo e a torcida.

Gabriel Menino:

Gabriel Menino, jogador do Palmeiras - Cesar Greco - Cesar Greco
Imagem: Cesar Greco

Mais jovem dos titulares do Palmeiras, o meio-campista de 19 anos de idade é aquele que mais jogou em 2020 dos que foram promovidos da base (945 minutos). Depois de ir bem improvisado na lateral direita antes da pausa, conseguiu ter sequência em sua posição, no meio, e tornou-se um dos mais criativos no setor. Não fez gol até o momento, mas tem sido um bom garçom e já apareceu com perigo na área como elemento surpresa.

Rony:

Rony, atacante do Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Contratado por 6 milhões de euros (R$ 28 milhões na época), Rony chegou com alta expectativa, só que ainda não se soltou. Em dez jogos, ainda busca seu primeiro gol pelo clube e já começou a ouvir a corneta dos palmeirenses. Vanderlei Luxemburgo o defende, porém, por ser uma opção de velocidade pelos lados. Desencantar no Dérbi pode ser a chance para o camisa 11 conquistar a torcida.

Luiz Adriano:

Luiz Adriano, atacante do Palmeiras - Cesar Greco/SE Palmeiras - Cesar Greco/SE Palmeiras
Imagem: Cesar Greco/SE Palmeiras

O centroavante vem de um primeiro jogo bem ruim, tanto que não voltou do intervalo na Arena Corinthians. Com apenas dois gols no Campeonato Paulista, ele teve melhor desempenho até o momento na Libertadores (foram quatro gols em dois jogos). Ainda assim, é a referência do time de Luxemburgo e um dos jogadores mais experientes.

Willian:

Willian, atacante do Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Reserva na Arena Corinthians, o atacante não voltou em alta depois dos quatro meses sem partida. Ainda é, porém, o artilheiro do Palmeiras na temporada, com oito gols (seis no Paulistão), e um dos atletas que atuaram em todas as partidas do clube na temporada. Se começar no banco hoje, Bigode certamente será usado ao longo do jogo, e é mais um candidato a encerrar o jejum de gols do Verdão em clássicos.

Palmeiras