PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Há 18 anos, golaço levava Zidane ao título da Champions; veja

Zidane posa com estatueta de cristal em homenagem a gol na final da Champions League de 2002 - Benoit Tessier/Reuters
Zidane posa com estatueta de cristal em homenagem a gol na final da Champions League de 2002 Imagem: Benoit Tessier/Reuters

Do UOL, em São Paulo

15/05/2020 04h00

Em 15 de maio de 2002, Zinedine Zidane marcou um golaço de voleio na final da Liga dos Campeões contra o Bayer Leverkusen, que deu o título para o Real Madrid. Com o placar de 2 a 1, o meia francês foi o herói da partida ao guiar o time merengue à conquista continental.

Comandado por Klaus Toppmöller, o Bayer Leverkusen entrou na partida com: Hans-Jörg Butt; Boris Zivkovic, Lúcio, Diego Placente e Carsten Ramelow; Bernd Schneider, Michael Ballack, Yildiray Bastürk e Zoltán Sebescen; Thomas Brdaric e Oliver Neuville. Vicente del Bosque, técnico no Real Madrid, mandou a campo a seguinte formação: César Sánchez, Fernando Hierro, Iván Helguera, Roberto Carlos, Míchel Salgado, Claude Makélélé, Luís Figo, Zidane, Santiago Solari, Raúl González, Fernando Morientes.

O Real Madrid começou a partida com um gol de Raúl González, aos 8 minutos do primeiro tempo, abrindo o placar da decisão e deixando o time espanhol mais perto de levantar o troféu. Mas, cinco minutos depois, quem marcou para o Bayer Leverkusen empatar o jogo foi o zagueiro brasileiro Lúcio, deixando tudo igual.

Antes mesmo de terminar o primeiro tempo, Roberto Carlos fez um passe por cobertura para Zinedine Zidane, que acertou um belo voleio dentro da área, fuzilando o ângulo esquerdo do goleiro Hans-Jörg Butt. O golaço de Zidane deu a tranquilidade que a equipe merengue precisava para manter o placar e faturar a taça da Liga dos Campeões daquele ano.

Futebol