PUBLICIDADE
Topo

Clubes avançam e definirão direitos internacionais do Brasileiro até sexta

Clubes acertam venda dos direitos internacionais de transmissão do Campeonato Brasileiro até 2023 - Alexandre Schneider/Getty Images
Clubes acertam venda dos direitos internacionais de transmissão do Campeonato Brasileiro até 2023 Imagem: Alexandre Schneider/Getty Images

Léo Burlá, Pedro Ivo Almeida e Thiago Fernandes

Do UOL, no Rio de Janeiro, em São Paulo e Belo Horizonte

14/04/2020 20h41

Resumo da notícia

  • Os clubes anunciarão a venda dos direitos internacionais de transmissão do Campeonato Brasileiro na próxima sexta-feira (17)
  • Os integrantes da Série A discutem três propostas para firmar contrato até o fim de 2023
  • As tratativas avançaram hoje (14), durante reunião entre a Comissão Nacional dos Clubes e a CBF. Havia cinco ofertas sobre a mesa, mas restaram três
  • Os clubes preteriram a questão financeira, recusando inclusive valores superiores, em prol de consolidar as marcas a médio prazo no exterior
  • As propostas remanescentes não têm valores representativos, mas todos concordaram que o ideal é trabalhar com uma empresa que dê mais visibilidade
  • Em que pese a presença nas conversas, a CBF não tem voz ativa no assunto. O negócio se resume à decisão dos times

Os clubes anunciarão a venda dos direitos internacionais de transmissão do Campeonato Brasileiro na próxima sexta-feira (17). Os integrantes da Série A discutem três propostas para firmar contrato até o fim de 2023.

As tratativas avançaram na tarde de hoje (14), durante reunião entre a Comissão Nacional dos Clubes (CNC) e a CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Havia cinco ofertas sobre a mesa, mas restaram três após a videoconferência entre os dirigentes. O UOL Esporte apurou que os clubes preteriram a questão financeira, recusando inclusive valores superiores, em prol de consolidar as marcas a médio prazo no exterior.

As propostas que restaram não têm valores representativos, de acordo com fontes ligadas à reunião. Contudo, todos os participantes do encontro concordaram que o ideal é trabalhar com uma empresa que dê mais visibilidade fora do país. Em que pese a presença nas conversas, a CBF não tem voz ativa no assunto. O negócio se resume à decisão dos times.

As datas de pagamento da comercialização dos direitos internacionais de transmissão variam conforme as propostas. Haverá adiantamento do valor em todos os casos, mas os dias não são especificados.

A tentativa de fechar um contrato de direitos internacionais de transmissão do Campeonato Brasileiro voltou à pauta dos clubes durante a quarentena em função da pandemia do novo Coronavírus. Os times estão apressados por qualquer montante que possa cair em suas respectivas contas bancárias neste momento. O processo é liderado pelo presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, e por membros de departamentos de marketing e captação de outros grandes.

Futebol