PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Com dois de Guerrero, Inter atropela a Católica e abre grupo com vitória

Guerrero celebra gol marcado pelo Inter contra a Universidad Católica, pela Libertadores - Diego Vara/Reuters
Guerrero celebra gol marcado pelo Inter contra a Universidad Católica, pela Libertadores Imagem: Diego Vara/Reuters

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

03/03/2020 21h08

Classificação e Jogos

O Internacional estreou com vitória na fase de grupos da Libertadores. Na noite de hoje (3), no Beira-Rio, o Colorado atropelou a Universidad Católica, do Chile, e venceu por 3 a 0. Paolo Guerrero marcou dois e Marcos Guilherme fechou o placar.

O resultado dá ao time gaúcho três pontos e a liderança da chave E do torneio continental. Grêmio e América de Cali completam o grupo e também jogam nesta terça.

O Internacional terá pela frente o clássico Gre-Nal na próxima rodada da Libertadores. O jogo será quinta-feira da semana que vem (12), na Arena. Já a Universidad Católica recebe o América de Cali na próxima terça, dia 10.

O melhor: Guerrero acalma o Beira-Rio com gols

O Beira-Rio já ficava nervoso porque o Inter pressionava desde o primeiro minuto, mas não conseguia marcar. Até que o peruano abriu o marcador em cobrança de falta. Coube a ele fazer também o segundo, alguns minutos depois, e dar assistência para o último gol do jogo.

O pior: goleiro falha em segundo gol do Inter

O goleiro Dituro, da Universidad Católica, deu um presente para Thiago Galhardo. Ao tentar sair jogando, entregou a bola ao atacante do Colorado, que enfiou para Paolo Guerrero fazer o segundo do jogo.

Marcos Guilherme e Galhardo no time titular

Eduardo Coudet optou por colocar Marcos Guilherme e Thiago Galhardo juntos no time titular. Com mais velocidade e intensidade, o time criou bastante. Mais do que isso, conseguiu forçar erros da defesa adversária com pressão no campo ofensivo.

O jogo do Inter: pressão, pressão e pressão

Desde o primeiro minuto, o Inter tinha uma indicação: pressionar. E o fez a cada lance. Buscando o ataque quando tinha a bola, com investidas em velocidade de Marcos Guilherme, bons lançamentos de Boschilia e as presenças na área de Galhardo e Guerrero, e marcando cada centímetro de campo quando sem ela. Com retomadas repetidas no campo rival, o Colorado empilhou chances. Chutou, criou, tentou, viu defensor tirar em cima da linha e esteve sempre perto do gol. Até que conseguiu marcar em cobrança de falta com Paolo Guerrero, já no segundo tempo. O primeiro abriu caminho para os outros gols e trouxe a tranquilidade ao jogo.

O jogo do Católica: chilenos são ofensivos e respondem ao Colorado

Diante da pressão do Inter, o Católica se encolheu, certo? Errado. O time de Ariel Holan buscou sempre sair jogando e fugir da intensidade local. Conseguiu algumas vezes, forçando erros e criando alguns momentos mais tensos para o Colorado. Mas a equipe chilena foi dominada praticamente durante todo jogo. Em dados momentos, buscou esfriar a partida com trocas de passes e faltas táticas, de olho em evitar o pior. E numa falta acabou sofrendo o primeiro gol da partida, Depois não teve forças para evitar os demais, ainda mais quando Huerta foi expulso, aos 32 minutos da etapa final.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 3 X 0 UNIVERSIDAD CATÓLICA
Data
: 03/03/2020 (quarta-feira)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Angel Arteaga (VEN)
Auxiliares: Luis Murillo e Carlos Lopez
Renda: R$ 1.416.600,00
Público: 35.863 (32.845 pagantes)
Cartões amarelos: Cuesta, Thiago Galhardo, Ariel Broggi, Boschilia (INT); Aued, Parot (UC)
Cartões vermelhos: Huerta (UC)
Gols: Paolo Guerrero, do Inter, aos 16 e aos 22 minutos do segundo tempo; Marcos Guilherme, do Inter, aos 26 minutos do segundo tempo;

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Rodinei, Bruno Fuchs, Cuesta (Praxedes) e Uendel; Musto, Edenilson, Marcos Guilherme e Boschilia (Lindoso); Thiago Galhardo (Gustagol) e Guerrero.
Técnico: Eduardo Coudet

UNIVERSIDAD CATÓLICA
Dituro; Asta-Buruaga (Piñares), Kusevic, Huerta e Parot; Munder, Saavedra e Aued (Nuñez); Fuenzalida, Zampedri e Puch (Valencia).
Técnico: Ariel Holan

Internacional