PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Cinco namoros no mercado que podem dar o que falar nos próximos dias

Róger Guedes, atacante do Shandong Luneng, está na mira do Atlético-MG no mercado da bola - Reprodução/Instagram
Róger Guedes, atacante do Shandong Luneng, está na mira do Atlético-MG no mercado da bola Imagem: Reprodução/Instagram

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

23/02/2020 04h00

O Palmeiras anunciou a contratação de Rony na tarde da última sexta-feira (21). O mercado da bola, no entanto, ainda tem outros "namoros" que estão longe de um desfecho. Atlético-MG, Botafogo, Internacional, Fluminense vivem novelas em negociações recentes.

O UOL Esporte faz uma lista com as principais negociações desta janela de transferências e explica detalhes das conversas que ainda não tiveram um desfecho positivo.

Rafael no Atlético-MG

Mesmo depois de rescindir com o Cruzeiro, Rafael só deve definir o futuro no mercado da bola após o Carnaval. Com o empresário em viagem ao exterior, o goleiro de 30 anos não tem pressa para assinar por um novo clube. O Atlético-MG segue como o favorito para contar com o jogador.

A diretoria atleticana já fez uma proposta com a intenção de contar com o ex-cruzeirense por quatro temporadas. No entanto, já sabia da dificuldade de um acerto antes do recesso de Carnaval. A expectativa é que as negociações avancem nos últimos dias de fevereiro.

Róger Guedes no Atlético-MG

Sérgio Sette Câmara, presidente do Atlético-MG, não esconde que o clube ainda está atrás de um atacante no mercado da bola. A diretoria ouviu uma negativa do Santos em proposta apresentada por Soteldo e fez uma consulta a Rony, atacante que troca o Athletico-PR pelo Palmeiras.

Mesmo com as duas negativas, o dirigente segue à procura de um nome. Róger Guedes surge como o predileto do departamento de futebol. No entanto, a situação é complicada. O Shandong Luneng, da China, quer cerca de 10 milhões de euros (R$ 47,5 milhões) para liberá-lo.

Recentemente, Rui Costa, diretor de futebol do clube, se manifestou sobre a situação: "O Róger Guedes é um jogador que tem uma história muito bonita aqui no Atlético, mas nós nunca fizemos uma proposta formal pelo Róger. Sempre há um contato, sempre há uma obrigação, principalmente minha, profissional de estar atento ao que está acontecendo, mas o atleta tem um salário absolutamente incompatível com a realidade do Atlético", disse em entrevista ao programa Donos da Bola, da Band.

"Mesmo com essa questão toda de saúde [ameaças de coronavírus] que está sendo debatida, os clubes chineses não estão liberando os jogadores de forma facilitada. Isso é bom que o torcedor saiba, senão passa uma imagem de que é só chegar lá, escolher o jogador, levar e negociar com ele. Não. São jogadores que têm contratos longos, os clubes investiram valores importantíssimos, existem, talvez, cláusulas de saída de 10, 15, 20 milhões de euros", acrescentou.

Aránguiz no Internacional

O Internacional fez uma nova investida para contratar o meio-campista Aránguiz. O jogador de 30 anos está lesionado e tem contrato com o Bayer Leverkusen perto do fim.

Aránguiz não tem prazo de retorno definido por seu clube. A expectativa é que fique fora até março. Como o vínculo acaba em junho com os alemães, restaria pouco tempo para participar de jogos já na reta final do Campeonato Alemão.

O Colorado abre a possibilidade de Aránguiz vir para o Brasil e se recuperar no clube. Ainda que não atue de imediato, o jogador assinaria um pré-contrato para estar em campo a partir do meio do ano. Esta investida foi repassada ao estafe do atleta. Dependerá da resposta dele a confirmação do acordo.

Fred no Fluminense

Fred obteve a rescisão contratual com o Cruzeiro por meio de uma liminar na Justiça. O atacante, no entanto, não fechará acordo com o Fluminense, sua prioridade, neste momento. Os problemas em casos anteriores, baseados em liminares, deixam o estafe do jogador e o clube mais cautelosos no mercado da bola. A negociação com o Tricolor, portanto, só será sacramentada depois que o atleta se encontrar com a diretoria cruzeirense em uma audiência conciliatória, no início de março.

A ida de Gustavo Scarpa para o Palmeiras em litígio com o próprio Flu, por coincidência, é um exemplo que preocupa ambas as partes. Na ocasião, o meia obteve a rescisão em caráter liminar, mas os cariocas conseguiram reverter o quadro, e o jogador ficou alguns meses sem entrar em campo. Por isso, Fred e Fluminense seguem com cautela, até porque a eliminação na Copa Sul-Americana colocou água no chope dos tricolores, que consideram o momento ruim para anunciar o retorno do ídolo.

Yaya Touré no Botafogo

O Botafogo estava com muita expectativa de fechar a contratação de Yaya Touré na última quinta-feira (20). Após a reunião com Carlos Augusto Montenegro, em Paris, a situação ficou muito bem encaminhada, mas ainda não é possível dizer que está tudo resolvido.

É que o marfinense pediu mais algumas horas para conversar com a família sobre se mudar para o Rio de Janeiro, onde ficaria até o fim de 2021. A diretoria e o estafe do meio-campista seguem muito confiantes pelo final feliz, mas a reposta definitiva foi adiada para ontem (21). Porém, ainda não houve desfecho na negociação.

Futebol