PUBLICIDADE
Topo

Reforço do Palmeiras, Viña deu volta por cima após 3ª divisão uruguaia

Do UOL, em São Paulo

12/02/2020 15h02

Apresentado como novo reforço do Palmeiras, Matias Viña se consagrou como o melhor jogador do Campeonato Uruguaio de 2019. Apesar de estourar relativamente rápido, o jogador de 22 anos relembra que passou por dificuldades na terceira divisão do seu país natal antes de brilhar.

"Cheguei aos 17 anos, em 2014, e quebrei a clavícula nos treinos. Tive que me recuperar e voltei em 2015. Foi tudo muito rápido: em 2016 eu comecei a treinar com a seleção uruguaia sub-20. Depois, joguei o sul-americano de 2017, onde consegui o título. Teve a Copa do Mundo juvenil... Estreando naquele ano. Eram os sonhos que estava realizando e não esperava em tão pouco tempo", conta Viña em entrevista à TV Nacional.

"Depois foram acontecendo coisas e não tive oportunidades de continuar na primeira divisão. Foi um momento complicado para mim, um momento difícil. Não jogava, estava de mau humor para treinar, não tinha vontade. Fiquei o ano inteiro sem jogar. Joguei a terceira com o Cacique e não tive a chance de jogar na Primeira", acrescentou.

O Palmeiras precisou batalhar para conseguir Matías Viña, que estava no radar de clubes da Europa. Apesar disso, o uruguaio escolheu o Alviverde por causa da tradição do futebol brasileiro, além de ser convencido por amigos compatriotas que já defenderam as cores da agremiação paulista.

A estreia de Viña no Palmeiras pode acontecer neste fim de semana, caso o Alviverde consiga a regularização do atleta. Para isso, o nome do reforço precisa aparecer no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e ser inscrito no Estadual.

No domingo (16), às 16h (de Brasília), o Palmeiras recebe o Mirassol, no Allianz Parque. Ainda sem saber terá o grande reforço dentro dos relacionados.

Palmeiras