PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Herdeiro de camisa de Pedro na Itália diz que combate racismo com sorrisos

Christian Kouamé foi apresentado com a camisa 9 na Fiorentina - Divulgação
Christian Kouamé foi apresentado com a camisa 9 na Fiorentina Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

12/02/2020 18h29

Christian Kouamé foi apresentado como novo jogador da Fiorentina, da Itália, e ganhou a camisa 9, que pertencia a Pedro. O jogador brasileiro está emprestado ao Flamengo.

"Quando vi a lista dos números, vi a camisa 11, que foi o número que sempre joguei em homenagem a Didier Drogba. Mas, como está ocupada, vi a 9 livre e pensei em escolhê-la. A minha namorada, sem saber, me sugeriu a 9, porque é o número de Maria, e nós somos muito religiosos. E 9 era o número do Eto'o, um outro ídolo", explicou o camaronês de 22 anos.

Kouamé também falou sobre os recorrentes problemas de racismo no futebol italiano. Ele cresceu na Itália e explicou como combate as ofensas dentro de campo.

"Sou um cara aberto, que se dá bem com todos. Teve um episódio quando jogava nas categorias de base. Um zagueiro me insultou, mas eu mantive o sorriso no rosto e não dei bola. Como terminou? Um companheiro de time disse ao árbitro, que expulsou o defensor, e eu continuei sorrindo", contou.

Kouamé pertence ao Genoa e foi emprestado para a Fiorentina com cláusula de compra. Ele também já defendeu a seleção da Costa do Marfim.

Esporte