PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Cruzeiro e América-MG empatam em 1 a 1 no primeiro clássico mineiro do ano

Equipes fizeram ótimo jogo e saíram de campo com o empate de 1 a 1 - Alessandra Torres/AGIF
Equipes fizeram ótimo jogo e saíram de campo com o empate de 1 a 1 Imagem: Alessandra Torres/AGIF

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

09/02/2020 17h53

Classificação e Jogos

No primeiro clássico mineiro de 2020, Cruzeiro e América fizeram uma partida muito boa no Mineirão, principalmente no segundo tempo, e saíram de campo com o empate em 1 a 1. Todos os gols foram marcados na etapa final. Ademir abriu o placar para o Coelho, mas Mauricio deixou tudo igual para a Raposa.

Apesar de ter perdido os 100% de aproveitamento no Campeonato Mineiro, o Cruzeiro recuperou a liderança provisoriamente. Agora, o time celeste vai aos 10 pontos. O América, que foi líder durante alguns minutos, vai aos oito pontos e fica na quarta posição.

Cruzeiro x América

Meia Mauricio chama responsabilidade de novo

O jovem Mauricio já chamava atenção mesmo quando Rodriguinho ainda estava no Cruzeiro. Agora, mesmo com a saída do veterano, o meia continua se destacando de forma positiva em campo. Além de concentrar as principais ações ofensivas do Cruzeiro, o meia ainda tirou a tensão do torcedor no segundo tempo, acordou o time com um golaço e evitou a derrota celeste no Mineirão.

Substituto de Matheusinho não se omite e faz boa partida

Camisa 10 do América, o jovem Matheusinho não conseguiu se recuperar a tempo do clássico e virou um desfalque importante no time. Em campo, Ademir não se omitiu. Criticado por ser "jogador de segundo tempo", o velocista foi um dos nomes do ataque do Coelho, caindo bem pelas beiradas e servindo bem seus companheiros. Antes de ser substituído, anotou o seu gol.

Estilos diferentes marcam primeiro tempo equilibrado

Com estratégias diferentes para atacar o adversário, Cruzeiro e América tiveram uma etapa inicial limpa, bem jogada, mas sem gols e com muito equilíbrio. Jogando mais pelos lados, o América teve mérito em roubar bolas na saída de bola celeste, mas desperdiçou boas chances por falta de capricho. O Cruzeiro teve menor posse, mas jogou nas costas dos volantes adversários e teve sucesso nas inversões de bola e nos lançamentos direto. Por terra, porém, pecou demais na transição, errando passes simples.

Segundo tempo começa elétrico

O Cruzeiro voltou mais disposto no segundo tempo. Como o América não se acanhou e também seguiu em busca do seu gol, a partida ganhou em emoção. Marco Antônio entrou para deixar a Raposa mais organizada na frente, além de dividir as criações com Mauricio. De longe, Filipe Machado quase marcou. Pouco depois, o Coelho deu o troco na cabeçada venenosa de Ademir, que assustou o goleiro Fábio.

Ademir aproveita chance e Coelho pula na frente

O atacante Ademir foi a principal referência de boas ações no time do América. No primeiro tempo, ele deixou Felipe Augusto na cara do gol, mas o companheiro não colaborou. Na etapa final, a dupla inverteu os papeis e Ademir não desperdiçou, completando o cruzamento e abrindo o placar.

Mauricio marca golaço e evita derrota do Cruzeiro

Depois de sofrer o gol, o Cruzeiro perdeu a intensidade que tinha mostrado até o momento. A partida parecia se arrastar para uma vitória simples do América, mas o garoto Mauricio chamou a responsabilidade mais uma vez e aliviou a torcida celeste. Ao receber de fora da área, o melhor jogador do Cruzeiro neste início de ano soltou uma bomba de perna esquerda que foi morrer no ângulo do goleiro Airton.

Tabu mantido

Enquanto esteve à frente do marcador, o América estava derrubando um tabu de 18 anos. Desde 2002, o Coelho não vence o Cruzeiro dentro do Mineirão. Com o jejum mantido, a equipe terá pelo menos mais uma oportunidade de superar o rival, já que as equipes já possuem compromisso certo em jogo válido pela Série B do Brasileirão

CRUZEIRO 1x1 AMÉRICA-MG

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data/Hora: 09/02/2020, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Wanderson Alves de Souza
Assistentes: Pablo Almeida Costa e Leonardo Henrique Pereira

GOLS: Ademir, 24'2ºT (0-1), Mauricio, 32'2ºT (1-1)
Cartões amarelos: Filipe Machado, Jadsom, Adriano, Edilson (CRU), Zé Ricardo (AME)
Cartão vermelho: Não teve.

CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Cacá, Léo e João Lucas; Jadsom (Judivan); Filipe Machado; Mauricio, Everton Felipe, Jhonata Robert (Marco Antônio); Roberson (Welinton). Técnico: Adilson Batista.

AMÉRICA-MG: Airton; Leandro Silva (Diego Ferreira), Lucas Kal, Eduardo Bauermann e Sávio; Zé Ricardo, Juninho; Alê, Felipe Augusto (Léo Passos) e Ademir (Rickson); Rodolfo. Técnico: Lisca.

Futebol