PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Inter leva susto, mas vira sobre o São Luiz e vence a terceira no Gaúcho

Rodrigo Moledo comemora gol marcado pelo Inter contra o São Luiz - Divulgação/Inter
Rodrigo Moledo comemora gol marcado pelo Inter contra o São Luiz Imagem: Divulgação/Inter

Do UOL, em Porto Alegre

29/01/2020 23h22

O Internacional levou um gol com menos de um minuto de jogo. Mas depois do susto, conseguiu virar e venceu o São Luiz por 4 a 3, hoje (29), em Ijuí, pela terceira rodada do Gauchão. Michel, duas vezes, e Tássio marcaram para o time da casa, mas Thiago Galhardo, D'Alessandro, Edenilson e Rodrigo Moledo definiram a vitória da equipe de Porto Alegre.

Com mais três pontos, o Inter soma nove e lidera seu grupo no Estadual. A equipe de Eduardo Coudet tem 100% de aproveitamento e encara o Ypiranga, em Erechim, no sábado. Já o São Luiz ainda não pontuou e pega o Novo Hamburgo no domingo.

Foi bem: Substituto de Guerrero, Thiago Galhardo marca de novo

Sem Paolo Guerrero, o Inter não teria atacantes de ofício em campo. Mas Thiago Galhardo mostrou que está apto a assumir esta condição quando necessário. Foram dele as principais chances de gol do Colorado. Uma delas, quando roubou a bola quase no campo de defesa e arrancou em velocidade, acabou nas redes do São Luiz.

Foi mal: Michel marca, mas perde chance incrível

Michel foi responsável pelo gol do São Luiz. Mas poderia ter mudado o rumo da partida com novo empate. Após cruzamento, estava com gol livre, tentou o chute, mas colocou por cima perdendo uma chance clara de gol. Pouco depois, o Inter fez o terceiro. No segundo tempo, ele perdeu outra chance, e fez mais um.

Lindoso é testado de olho na Libertadores

De olho na partida de ida da fase preliminar da Libertadores, Rodrigo Lindoso foi testado na linha de três meias do Inter. Com Musto como primeiro marcador, o ex-Botafogo era responsável por dar opção de passe e auxiliar na criação para os atacantes. Ainda que não tenha comprometido em lances capitais, ele não teve o melhor rendimento.

São Luiz marca cedo, mas depois sofre

O São Luiz surpreendeu. Nem um minuto de jogo tinha sido disputado e Michel abriu o placar após cruzamento. O time do interior, porém, tentou se defender depois disso e só viu o Inter crescer. Com pouca posse, chegadas, a principal delas já no fim do primeiro tempo com uma chance clara desperdiçada, a equipe sofreu a virada e ainda tomou o terceiro. No segundo tempo, o São Luiz se animou com o gol de Tássio logo cedo, mas depois sofreu o quarto. No fim da partida até pressionou, diminuiu, mas não igualou.

Após "susto", Inter mantém padrão e vira o jogo

Um susto com 30 segundos do jogo poderia ter mudado o comportamento do Inter em campo. Mas não aconteceu. Após sair atrás, o Colorado manteve os padrões apresentados nos dois outros compromissos sob comando de Eduardo Coudet. Trocou passes, manteve a bola, procurou os caminhos do gol rival. Conseguiu empate com Thiago Galhardo, numa retomada no campo ofensivo. Virou em cobrança de escanteio com Moledo e ainda antes do fim do primeiro tempo abriu vantagem maior com D'Alessandro, de pênalti. No segundo tempo o Inter levou e marcou, mas manteve a mesma postura.

FICHA TÉCNICA
SÃO LUIZ 3 X 4 INTERNACIONAL
Data
: 29/01/2020 (quarta-feira)
Local: estádio 19 de outubro, em Ijuí (RS)
Árbitro: Érico Andrade
Auxiliares: André da Silva Bitencourt e Max Augusto Guimarães Vioni
Cartões amarelos: Samuel Balbino, Silvio (SL); Musto, Lindoso (INT);
Gols: Michel, do São Luiz, com 30 segundos do primeiro tempo, e aos 44 minutos do segundo tempo. Thiago Galhardo, do Inter, aos 21 minutos do primeiro tempo; Rodrigo Moledo, do Inter, aos 37 minutos do primeiro tempo; D'Alessandro, do Inter, aos 46 minutos do primeiro tempo; Tássio, do São Luiz, aos 15 minutos do segundo tempo; Edenilson, do Inter, aos 21 minutos do segundo tempo;

SÃO LUIZ
Lúcio; Itaqui, João Marcus, Silvio e Samuel Balbino (Vavá); Maycon, Tássio e Elias (Ariel); Lucas Carvalho, Michel e Jean Carlo (Everton Jr).
Técnico: Leandro Machado

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Rodinei, Moledo, Cuesta e Moisés; Musto, Edenilson, Lindoso e Patrick (Marcos Guilherme); D'Alessandro (Sarrafiore) e Thiago Galhardo (Netto).
Técnico: Eduardo Coudet

Futebol