PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Como a Libertadores pelo Vasco apresentou reforço do Inter a Coudet

Thiago Galhrardo, reforço do Internacional, já era conhecido do técnico Eduardo Coudet - Ricardo Duarte/Inter
Thiago Galhrardo, reforço do Internacional, já era conhecido do técnico Eduardo Coudet Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

13/01/2020 04h00

Apresentado pelo Inter na última semana, Thiago Galhardo não se destacou apenas em 2019, quando marcou 12 gols no Brasileiro pelo Ceará. O atual técnico do Inter o conhece desde o ano anterior, graças à Libertadores disputada pelo Vasco.

Galhardo atuava pelo clube carioca que caiu no grupo E da competição ao lado de Cruzeiro, Universidad de Chile e Racing, equipe então treinada por Eduardo Coudet.

"É um jogador que tem capacidade em jogar todas do meio para frente. O Coudet já o conhecia da época do Vasco, jogou contra o Racing na Libertadores, quando foi levado a ele as possibilidades, aprovou de pronto", contou o executivo de futebol Rodrigo Caetano.

O meia esteve em campo em apenas um dos confrontos do time carioca contra a equipe treinada por Coudet, o empate em 1 a 1 em São Januário. E foi o suficiente para o técnico lembrar-se dele anos mais tarde.

"Eu enfrentei ele pelo Racing, era Lautaro (Martínez) aberto pelos lados, o Lisandro, uma facilidade de se locomover em campo, mobilidade grande. Ele brincou comigo que na época nos enfrentamos. Ele gosta que o time dele marca muito, pressiona, corre para frente e para trás. Eu acho que posso ajudar de todas as formas do meio para frente, estando bem fisicamente", contou o jogador.

O Vasco acabou em terceiro na chave e não seguiu na Libertadores. Galhardo disputou cinco jogos na competição e não marcou gols. O Racing de Coudet passou em segundo com a mesma pontuação do Cruzeiro, mas foi eliminado pelo River Plate nas oitavas de final.

"Por ter enfrentado contra em 2018 eu acompanhava. Ele gosta do time que jogue, independente de casa ou fora, quer te r abola o tempo todo e quando perde a bola pressionar. É muito difícil quando se consegue encaixar este tipo de jogo. Quando o adversário pega a bola, você já está no cangote e não tem como sair. Fisicamente, todos estando bem será o principal para ele fazer com que consigamos fazer grandes jogos e obter vitórias", contou Galhardo.

O meia foi o segundo reforço apresentado oficialmente pelo Colorado. Rodinei, ex-Flamengo, deve ser o terceiro. Ele iniciou treinamentos no clube domingo. Marcos Guilherme, também já oficializado como reforço, está na fila para se manifestar pela primeira vez como jogador do Inter. Moisés, que chega do Bahia, ainda precisa ser confirmado.

Internacional