PUBLICIDADE
Topo

Dani Alves pede paciência com o SPFC: "Já vi Barça de Guardiola ser vaiado"

Daniel Alves em jogo do São Paulo - Miguel Schincariol/Getty Images
Daniel Alves em jogo do São Paulo Imagem: Miguel Schincariol/Getty Images

Giancarlo Giampietro e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

12/12/2019 11h00

Daniel Alves acha que as críticas ao São Paulo de Fernando Diniz podem ser prematuras. Em entrevista exclusiva ao UOL Esporte, o camisa 10 demonstrou confiança em um futuro promissor para o Tricolor paulista. O jogador, de 36 anos, vê até a possibilidade de o time do Morumbi reconstruir uma história vencedora, assim como aconteceu com o Barcelona de Pep Guardiola.

"Eu tive a felicidade de reconstruir uma história incrível no Barcelona Eu estava até comentando que as pessoas falam tanto do time do Pep Guardiola, mas a gente começou com vaias, a gente não começou com aplausos nesse processo todo. As pessoas se esquecem, mas quem estava lá não se esquece, porque sabe que é um processo", disse Daniel Alves.

Mesmo há menos de cinco meses no São Paulo, o badalado lateral direito já viu uma troca de técnico. Cuca pediu demissão e foi substituído por Fernando Diniz. Na época, a direção do clube quis ouvir a opinião dos líderes do elenco e Diniz recebeu boas referências dos atletas. Tal situação gerou polêmica. O ex-coordenador técnico, Vagner Mancini, chegou a falar que Daniel Alves era o responsável pela contratação.

"Sempre acreditei na proposta sólida, não fui eu que o contratei, mas, se tivesse na posição, eu o contrataria porque acredito no trabalho, na entrega, no homem e acredito no profissional que se dedica de corpo e alma para fazer as pessoas melhores, para fazer os jogadores melhores, instigar os jogadores a jogar um futebol coletivo e instigar a equipe a ser ousada e a criar uma identidade", explicou o camisa 10.

São Paulo