PUBLICIDADE
Topo

Internacional

R$ 1,7 milhão e orgulho: o que vale a última rodada para o Inter

Zé Ricardo comanda o Inter em sua última partida. Treinador se despede após Brasileiro - Max Peixoto/Dia Esportivo
Zé Ricardo comanda o Inter em sua última partida. Treinador se despede após Brasileiro Imagem: Max Peixoto/Dia Esportivo

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

08/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • O Inter não tem mais chance de vaga direta à próxima Libertadores, mas mantém objetivos no último jogo.
  • Se vencer o Atlético-MG e o Corinthians não vencer o Fluminense, o Colorado fica em sétimo.
  • A posição rende uma premiação R$ 1,7 milhão maior do que a do oitavo, já garantida.
  • Além disso, os jogadores entendem que o posto mostra que o time se classificaria independente do título do Flamengo.

Com vaga garantida na edição de 2020 da Libertadores, mas sem chance de atingir a fase de grupos pulando a preliminar, o Inter tem pouco em disputa hoje (08), contra o Atlético-MG, na última rodada do Campeonato Brasileiro, certo? Nem tanto. Para os jogadores, a partida vale para mostrar que a vaga viria mesmo se o Flamengo não fosse campeão da competição continental. E para o clube, R$ 1,7 milhão está em jogo às 16h (de Brasília).

Se vencer o jogo em que se despede do Beira-Rio, o Colorado pode ultrapassar o Corinthians e acabar o campeonato em sétimo. Tal posição renderia R$ 23,1 milhões. Para isso, precisa que o time paulista não vença o Fluminense.

Caso não vença sua partida ou caso o Corinthians vença o Fluminense, restará ao time gaúcho o oitavo lugar, que dá R$ 21,4 milhões em premiação. Ou seja, R$ 1,7 milhão a menos.

Mas não é apenas a cifra que importa. Ao grupo de jogadores, acabar o Brasileirão em sétimo significa mostrar que a vaga na fase preliminar da Libertadores seria conquistada mesmo se o Flamengo não tivesse sido campeão da edição deste ano, abrindo a oitava vaga via nacional.

"A gente conversou que tivemos um ano... O futebol é engraçado. Tivemos um mês de turbulência, e se criou uma cobrança muito forte. Viemos em uma crescente muito boa até agosto ou setembro. Essa questão dificultou para a gente. Mas, como surgiu a vaga do Flamengo, no G8, então abriu essa chance. Mas não queríamos ficar nela, porque sempre fica aquela coisa de se o Flamengo não ganha estaríamos fora. Não sei se fizemos por merecer estar na vaga direta, mas sei que não merecíamos estar fora da pré-Libertadores. Buscamos este sétimo lugar para mostrar que independente do que acontecesse em Flamengo e River, estaríamos na Libertadores", disse o volante Rodrigo Lindoso.

O Inter não deve ter força máxima. Em sua despedida, Zé Ricardo deve promover testes já visando avaliação de jogadores para a temporada que vem.

Band: Após derrota, Renata Fan fica nervosa com o Internacional

Jogo Aberto

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X ATLÉTICO-MG

Data e hora: 07/12/2019 (Domingo), às 16h (Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Motivo: Campeonato Brasileiro, última rodada
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Júnior (ambos do DF)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba (Danilo Fernandes); Heitor, Rodrigo Moledo, Cuesta e Natanael; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick (Sarrafiore), Neilton, D'Alessandro; Paolo Guerrero.
Técnico: Zé Ricardo

ATLÉTICO-MG: Victor; Guga, Léo Silva, Maidana e Lucas Hernández; Zé Welison, Ramón Martínez, Otero, Vinícius (Cazares) e Geuvânio (Maicon); Ricardo Oliveira.
Técnico: Vagner Mancini

Internacional