PUBLICIDADE
Topo

Diretor da Roma diz que futebol é 'jogo de homens'; depois, pede desculpas

Declaração foi dada após Roma 1 x 1 Cagliari; questionado, Gianluca Petrachi afirmou que "o futebol pertence a todos" - Augusto Casasoli/Xinhua
Declaração foi dada após Roma 1 x 1 Cagliari; questionado, Gianluca Petrachi afirmou que 'o futebol pertence a todos' Imagem: Augusto Casasoli/Xinhua

Do UOL, em São Paulo

08/10/2019 14h42

Classificação e Jogos

O diretor esportivo da Roma, Gianluca Petrachi, pediu desculpas ontem pelo comentário que fez após o empate da equipe por 1 a 1 com o Cagliari. A partida do último domingo no Estádio Olímpico de Roma foi válida pela sétima rodada do Campeonato Italiano.

Petrachi se irritou com o resultado, mas as declarações que fez após o jogo não foram bem recebidas, especialmente pelo teor machista da crítica.

"O futebol é um jogo de homens, não um esporte de bailarinas. Não é uma dança clássica", afirmou.

Ontem, à agência de notícias Ansa, o dirigente se retratou. "Pelo desculpas se alguém se sentiu ofendido com minhas palavras. Não era minha intenção sugerir que o futebol é um esporte apenas para homens, e não é adequado às mulheres", afirmou, por telefone.

À agência, Petrachi disse que ficou "muito zangado" com o desempenho de sua equipe, e deu sua declaração para enfatizar que o futebol é "um esporte físico e de contato". No entanto, em seu novo discurso, deixou claro que as exigências não restringem a modalidade a um gênero, por exemplo.

"O futebol pertence a todos", declarou. "E, na Roma, estamos muito orgulhosos de nossa equipe feminina e de promover o futebol feminino", acrescentou.

Roma