Topo

Futebol


Liverpool hackeou sistema de dados do Manchester City, diz jornal

Liverpool teria hackeado sistema de dados do Manchester City - Visionhaus/Getty Image
Liverpool teria hackeado sistema de dados do Manchester City Imagem: Visionhaus/Getty Image

Do UOL, em São Paulo

21/09/2019 09h03

O jornal britânico "The Times" publicou hoje (21) um escândalo de espionagem no Campeonato Inglês. Segundo a publicação, o Liverpool precisou pagar 1 milhão de libras (aproximadamente R$ 5,2 milhões) ao Manchester City após o clube identificar que seu banco de dados havia sido hackeado.

De acordo com a reportagem, o Liverpool roubou informações do sistema de scouting do clube de Manchester entre junho de 2012 e fevereiro de 2013. A suspeita começou depois que o Liverpool demonstrou interesse em contratar o jovem Paolo Fernandes, atleta das divisões de base do Zaragoza que o Manchester City vinha monitorando.

Para confirmar as suspeitas, a equipe do Manchester City contratou técnicos de informática que confirmaram a invasão hacker. Na ocasião, o clube teria até acelerado as contratações de Jesus Navas e Fernandinho, temendo que um possível vazamento dos dados comprometesse as operações.

Ainda de acordo com o City, dois ex-funcionários do clube que trabalhavam no departamento de scouts deixaram os Citizens para trabalhar no Liverpool, sendo um deles Michael Edwards, que atualmente ocupa o cargo de diretor esportivo dos Reds. O clube de Manchester acusa Edwards de "acessar seu banco de dados em centenas de ocasiões".

O jornal aponta o escândalo como "um dos maiores incidentes de suposto mau comportamento de um dos clubes de alto escalão na história da Premier League".

Mais Futebol