Topo

Futebol


Gil completará 200 jogos no Corinthians e diz que fica para alcançar Cássio

Gil completa 200 jogos pelo Timão amanhã diante do Independiente del Valle, do Equador, na Arena Corinthians - Alan Morici/AGIF
Gil completa 200 jogos pelo Timão amanhã diante do Independiente del Valle, do Equador, na Arena Corinthians Imagem: Alan Morici/AGIF

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/09/2019 14h01

O zagueiro Gil completará 200 jogos com a camisa do Corinthians no duelo contra o Independiente del Valle, do Equador, amanhã (18), às 21h30 (de Brasília), em Itaquera, pelo jogo de ida da semifinal da Copa Sul-Americana.

"Pra mim é gratificante, chegar no clube como o Corinthians chegar numa marca de 200 jogos, ser reconhecido pela torcida, e a importância desses 200 jogos vem com a ambição de conquistar títulos num clube com a grandeza do Corinthians", afirmou Gil.

Ídolo da torcida, Gil reafirmou que assinará a extensão de contrato em dezembro por mais três anos. O defensor alega que não trabalha visando atingir marcas no clube paulista, mas destacou que pretende ficar por mais anos no Corinthians para quem sabe igualar Cássio, que chegará amanhã a 433 jogos pelo Timão e igualará Marcelinho Carioca.

"Por isso que pedi para ir pouco antes. Tenho que trabalhar, fazer complementos. O Cássio para tudo que ele representa, é uma marca muito boa. Ele tem noção de quão ídolo ele é. Atingir essa marca, estar entre os dez. eu não penso nisso. Tenho desejar de treinar e estra bem e quem sabe, tenho mais três anos de contrato e se tudo ocorrer bem, chegar nessa marca", disse.

O contrato de Gil com o Corinthians inicialmente tem duração até o fim desta temporada, mas tanto o jogador, como a diretoria alvinegra, afirmam que o vínculo será estendido automaticamente por mais três anos. Hoje, no CT Joaquim Grava, o zagueiro voltou a dizer que a torcida não precisa se preocupar com a sua permanência.

"Da minha parte não, já deixei tudo certo com o presidente. O torcedor pode ficar tranquilo, vamos estender esse vínculo por mais três anos", disse.

O Corinthians está bastante respaldado para segurar Gil até o fim de 2022. Segundo apurou o UOL Esporte, o contrato do zagueiro possui multa rescisória de até 50 milhões de euros (R$ 211 milhões) para o futebol europeu, e R$ 100 milhões para o futebol brasileiro.

A multa está estipulada no contrato inicial do jogador, que termina em 31 de dezembro deste ano, mas há o que a diretoria intitula internamente de "compromisso oficial e contrato de gaveta": acordo para que Gil assine a renovação em janeiro de 2020 com a mesma multa até o fim de 2022.

Mais Futebol