Topo

Sampaoli reclama de "cera muito exagerada" do Athletico na Vila

Tiago Nunes e Jorge Sampaoli se cumprimentam antes de Santos x Athletico - Fernanda Luz/AGIF
Tiago Nunes e Jorge Sampaoli se cumprimentam antes de Santos x Athletico Imagem: Fernanda Luz/AGIF

Do UOL, em São Paulo

08/09/2019 19h10

Jorge Sampaoli deixou o campo da Vila Belmiro bastante nervoso hoje (8), após o empate do Santos por 1 a 1 com o Athletico. Na entrevista coletiva, no entanto, o técnico argentino minimizou a discussão com o comandante do Furacão, mas reclamou da 'cera' muito exagerada da equipe paranaense.

"Posturas defensivas são legais. Mas eles se jogaram ao solo mais de 50 vezes. E o espetáculo não teve a continuidade que queríamos para vencer. São situações que recriminamos. Apesar dos minutos de acréscimos que deram, o jogo parado toda hora impede o desenvolvimento do jogo para quem quer protagonizar", afirmou Sampaoli.

Questionado se era uma tática brasileira, o treinador apontou que não. "Em todos os lugares buscam vantagem. Hoje foi exagerado. Falo disso porque foi muito exagerado. Um time que se via superado e buscava nesse recurso ilegal para parar nossos ataques. Defensivamente não posso dizer nada de algum time ficar atrás. Isso é um tema do treinador, não meu", acrescentou.

Para o confronto decisivo do próximo sábado (14), contra o Flamengo, o Peixe não terá Diego Pituca, suspenso por receber o terceiro cartão amarelo. O duelo com clima de decisão, marcado por técnicos estrangeiros (ele e Jorge Jesus, português), foi tema da coletiva.

"São circunstâncias de jogo. Muitas vezes o Palmeiras liderou com Felipão. Agora está assim. Vai trocar muito. Há técnicos fazendo grandes campanhas em outros torneios. Acho que é uma coincidência momentânea. Seguramente vão aproveitar esse conhecimento", completou.