Topo

Futebol


Pedido de Clayton fez Atlético-MG aceitar empréstimo ao Vasco

Clayton fez exames médicos para assinar por empréstimo com o Vasco - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Clayton fez exames médicos para assinar por empréstimo com o Vasco Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

04/09/2019 12h00

Clayton estava nos planos da diretoria do Atlético-MG antes de acertar a mudança para o Vasco. Rui Costa, diretor de futebol do clube mineiro, havia informado ao atleta que iria usá-lo em 2019. No entanto, um pedido do próprio jogador fez o clube liberá-lo para um acordo por empréstimo em São Januário.

"O Clayton voltou do Bahia, no meio de uma temporada, o que sempre é ruim. Ele não vinha jogando lá. Veio aqui, fez bons treinos, conversei muito com ele quando voltou. Esse é um aspecto muito importante na hora de reinserir um atleta. Ele sempre deixou muito claro que estava apto a voltar para o Atlético, mas precisava jogar", declarou o diretor de futebol.

"Uma das grandes dificuldades que ele teve no Bahia, e aí ele não está acusando ninguém, era não ter uma sequência de jogos. Ele levaria um tempo, na nossa avaliação e na avaliação dele, para conquistar esse espaço", acrescentou.

A ideia inicial era que o atleta ficasse como reserva do time comandado por Rodrigo Santana para voltar a ter chances nos últimos meses deste ano e retomar participação com mais frequência no início de 2020.

Logo que Clayton deixou o Bahia, o seu estafe foi atrás de novos clubes para que ele tivesse mais oportunidades. Rui Costa logo pediu que mudassem a postura, alegando que o atacante de 23 anos era um nome que estava nos planos. A situação, porém, mudou após o pedido do jovem. Ele pensa que em São Januário terá mais chances de atuar sob a batuta de Vanderlei Luxemburgo. Esta, inclusive, é uma das promessas dos vascaínos.

"Na medida em que o Vasco acenou com a possibilidade de ele ser protagonista, não sei se ele vai jogar ou não com o Vanderlei, mas acho que sim, porque já trabalhei com o Vanderlei, e ele não aceitaria um jogador em que não confiasse. Na medida que ele tem a promessa de ser protagonista, ele nos pediu para ir. Ele disse que esse período no Vasco seria importante para a próxima temporada dele no Atlético. Ele já foi liberado, está fazendo exames médicos lá. É possível que ele esteja apto para jogar no Vasco neste fim de semana", concluiu.

Mais Futebol