Topo

Brasileirão - 2019


São Paulo empata com reservas do Grêmio e perde chance de colar nos líderes

Do UOL, em São Paulo

31/08/2019 13h03

Quente mesmo só a temperatura ambiente no jogo desta ensolarada manhã de sábado entre São Paulo e Grêmio, que empataram em 0 a 0 numa disputa bastante truncada no estádio do Morumbi, pela abertura da 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na luta pelo título, a equipe paulista perdeu a chance de fazer três pontos diante de um adversário praticamente inteiro reserva.

Com o empate em casa, o São Paulo não consegue igualar a pontuação dos líderes Flamengo e Santos, subindo da quarta para a terceira posição, com 31 pontos. O Grêmio, 11º colocado com 22 pontos, segue tocando o barco em sua trajetória na atual edição do Brasileirão: pontuar minimamente para evitar riscos de rebaixamento enquanto foca na Libertadores e na Copa do Brasil.

O São Paulo volta a campo sábado que vem, às 19h, contra o Internacional, no Beira-Rio, pela 18ª rodada do Brasileirão. O Grêmio volta suas atenções à Copa do Brasil, torneio pelo qual joga quarta-feira, diante do Athletico-PR, na Arena da Baixada.

Segura esse Tchê Tchê, tchê!

Num jogo em que ninguém conseguiu efetivamente pressionar o adversário e engatar sequência de bons ataques, sobressaiu aquele que criou as melhores alternativas: Tchê Tchê, além de boa atuação defensiva, arriscou bons chutes de fora da área. Foi um dos únicos em campo a tentar algo diferente.

Alan Morici/AGIF
Imagem: Alan Morici/AGIF

Tardelli decepciona em diferentes posições

Uma das grandes contratações do futebol brasileiro em 2019, Diego Tardelli segue não conseguindo se firmar no Grêmio. O centroavante encontrou muita dificuldade para se posicionar em condições de receber a bola, seja nos momentos em que jogou mais avançado como legítimo camisa 9, seja quando se afastava da grande área na tentativa de buscar a bola e abrir espaços.

Luciano e Everton, é verdade, também se mostraram ineficientes em ocupar tais espaços e "facilitar" a vida de Tardelli. O Grêmio queria contra-atacar, mas faltou conseguir justamente acertar o ataque.

São Paulo: rendido e sem criatividade

O São Paulo encontrou muita dificuldade em abrir espaços na defesa gremista. Nem pelas pontas nem pelo meio os comandados de Cuca conseguiram marcar presença na grande área do rival. Victor Bueno, escalado à frente, acabou pouco acionado diante da falta de criatividade do ataque tricolor. Daniel Alves com responsabilidade de armação também acabou ficando abaixo das expectativas.

Os chutes de fora da área acabaram sendo o melhor (ou menos pior) caminho encontrado na tentativa de furar a retranca do Grêmio. Faltou repertório diante de um adversário quase todo reserva.

Grêmio: eficiente defesa e inexpressivo ataque

Renato Gaúcho optou por escalar uma equipe praticamente toda reserva - apenas Everton, suspenso na Copa do Brasil, não foi preservado entre os habituais titulares. O preço pago pelo Grêmio foi de uma atuação muito ruim do ponto de vista ofensivo e coletivo: as jogadas simplesmente não fluíram.

Se a defesa mostrou-se eficiente durante boa parte da partida, o ataque foi quase inexistente diante de um problemático meio de campo, que também soube mais se fechar do que se lançar à frente.

Cronologia da partida

A partida viveu momentos de domínio são-paulino e gremista. De forma geral, ninguém soube aproveitá-los. O primeiro tempo, por exemplo, foi quase todo de imposição do São Paulo. E com exceção de um chute de dentro da área de Antony, o restante das ordinárias chances foram de longe.

Na etapa final, a partida mostrou-se mais agitada na medida em que o Grêmio tentou se fazer mais presente no ataque - sendo freado por Tiago Volpi. Diante do forte calor do horário e do dia na capital paulista, combinado ao maior desgaste do primeiro tempo, o São Paulo parecia sentir mais o desgaste.

Não demorou, no entanto, para os gaúchos também sentirem o forte calor do horário e do dia na capital paulista. Os técnicos então lançaram mão de suas alterações. Ao realizar a terceira alteração sacando Liziero para a entrada de Igor Gomes, Cuca, que já havia colocado Igor Vinícius, deu sinais de ao menos tentar uma reviravolta na partida. O São Paulo, porém, seguiu pouco incomodando o Grêmio, mesmo que aumentando sua posse de bola. Júlio César fez boas defesas numas das poucas chegadas do Tricolor paulista, já nos minutos finais.

Ainda houve tempo para Antony receber seu segundo cartão amarelo e, aos 41 minutos, acabar expulso.

Ficha técnica

São Paulo 0 x 0 Grêmio

Data: 31/08/2019
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Hora: 11h
Competição: Campeonato Brasileiro (17ª rodada)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Árbitro de vídeo: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Público/renda: 46.997 presentes / R$ 2.948.464,00

Cartões amarelos: Antony (São Paulo); Luciano (Grêmio)
Cartão vermelho: Antony (São Paulo)

Gols: -

São Paulo: Volpi; Juanfran (Igor Vinícius), Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Liziero (Igor Gomes), Tchê Tchê e Daniel Alves; Antony, Vitor Bueno (Helinho) e Éverton. Técnico: Cuca.

Grêmio: Júlio César; Galhardo, Paulo Miranda, David Braz, Juninho Capixaba; Michel, Thaciano, Luan (Darlan); Luciano (Pepê), Everton e Tardelli (Patrick). Técnico: Renato Gaúcho.